Publicidade

Pequeno elétrico inglês arrasa recorde do Mercedes-AMG One

Texto: Carlos Moura
Data: 24 de Junho, 2024

O monolugar elétrico McMurtry Speirling bateu o recorde do Mercedes-AMG One na pista de Hockenheim, baixando o tempo da melhor volta em 14,1 segundos. 

Com um tempo de 1m38,5, o Mercedes-AMG One é o carro de produção mais rápido com matrícula no circuito de Hockenheim. 

Contudo deixou de ser o carro mais rápido naquela desafiante pista alemã porque o pequeno, mas potente, McMurtry Speirling conseguiu baixar essa marca em 14,1 segundos. A volta ao circuito de grande prémio foi cumprida em 1m24,4 segundos.

O pequeno veículo elétrico passou a ser o carro fechado mais rápido em Hockenheim, depois de ter batido não apenas o AMG One, mas também um automóvel de competição do DTM. Melhorou o antigo recorde estabelecido em 2020 durante uma sessão de qualificação para aquele campeonato germânico em 3,9 segundos.

A comparação não é inteiramente justa porque o Speirling é um monolugar de pista com pneus slicks. Mesmo assim não deixa de ser feito impressionante, já que o AMG One é essencial um carro de Fórmula 1 de estrada, enquanto o outro tem especificações de competição do DTM

Recorde com protótipo de validação

Além disso, o pequeno carro elétrico utilizou apenas 75% da potência disponível e da carga aerodinâmica porque a prova foi feita com um protótipo de validação.

LEIA TAMBÉM
Recorde batido! Mercedes-AMG ONE torna-se o mais rápido em Nürburgring

A volta foi realizada no dia 8 de junho pelo antigo piloto de Fórmula 1 Max Chilton. Ele também bateu o recorde da volta no Festival de Velocidade de Goodwood ao volante do mesmo veículo. Há dois anos, ele demorou apenas 39 segundos a subir a rampa, tempo esse difícil de bater.

Mais leve do que Mazda MX-5

Com um comprimento de 3,45 metros, largura de 1,58 metros e 1,02 metros de altura, o Speirling parece pequeno ao lado do Mazda MX-5. Como pesa apenas 998 quilos é bastante mais leve do que a geração ND do roadster japonês, mas tem cinco vez mais potência. O McMurtry tem cerca de 1000 cv, transmitidos às rodas traseiras.

Apesar das dimensões minúsculas, este desportivo elétrico vem equipado com uma bateria de 60 kWh que pode ser carregada em menos de 20 minutos. Apesar da autonomia não ter sido revelada, fontes da McMurtry referem que uma carga completa consegue fazer dez voltas à pista de Silverstone com o acelerador a fundo.

As elevadas prestações são acompanhadas por um preço de aquisição a condizer. Antes de impostos, o McMurtry Speirling tem um preço de tabela de 1,06 milhões de euros. A produção estará limitada a 100 unidades e as primeiras entregas estão previstas para 2025.