McLaren 720S Atlantic Blue com o mais profundo azul…

Texto: Nuno Fatela
Data: 8 Março, 2018

Trata-se de um exemplar único, personalizado pela MSO a pedido de um cliente, que está a ser mostrado no Salão de Genebra. O McLaren 720S Atlantic Blue faz companhia no certame helvético aos vários protótipos do Senna…

“O mais profundo dos azuis profundos”. Esta é a expressão escolhida para apresentar o McLaren 720S Atlantic Blue, um trabalho da divisão de personalização assinado pela MSO (McLaren Special Operations), que está exposto no Salão de Genebra. Trata-se de um exemplar único, que foi encomendado por um cliente da marca, ostentando uma combinação entre este azul bem especial no exterior e os tons castanhos da pele ‘Saddle Tan’ para o interior. O McLaren 720S Atlantic Blue assinala também um ano desde o lançamento da primeira personalização do 720S, o singular Velocity que fundia os vermelhos Volcano e Nerello e que também desfilou na cidade banhada pelo Lago Leman.

O McLaren 720S Atlantic Blue vê esta cor azul ser combinada com acabamentos em Dark Paladium e a fibra de carbono gloss no exterior. Já o escape em titânio e as jantes são num cinzento grafite. Outro toque especial no exterior é o nome ‘McLaren’ que surge nas pinças de travão em cor preta. A bordo a pele Saddle Tan é combinada com este mesmo material no tom Carbon Black e ainda “pinceladas” de alcantara cinzenta. Um exemplo do apuro extremo do McLaren 720S Atlantic Blue está no facto da marca até ter personalizado os tapetes do desportivo.


Que azul lhe parece mais chamativo? Este do McLaren ou a cor azul que a Lexus criou sem sequer utilizar qualquer material azul?


Aquilo onde o fabricante de Woking não mexeu foi no motor. Ou seja, mantém-se o imponente V8 4.0L TwinTurbo de 720cv, que permite acelerar até aos 100km/h em 2,9 segundos e atingir uma velocidade máxima de 340km/h. Este singular McLaren 720S Atlantic Blue é uma das estrelas da marca britânica no Salão de Genebra, onde estão também o concept GTR e o Carbon Theme do novo Senna.