FCA Concessionário

Publicidade

Concessionários. FCA e Mazda já reabriram portas

Texto: Redação
Data: 5 de Maio, 2020

Resultado da entrada do País numa nova fase do combate contra a pandemia de coronavírus, em que as medidas de contenção são mais suaves, algumas marcas automóveis começam a reabrir as portas das suas concessões, ainda que com algumas limitações. É o caso da japonesa Mazda e da Fiat Chrysler Automobiles.

Terminado o Estado de Emergência e com Portugal entrado, desde segunda-feira e, em princípio, até ao próximo dia 18 de maio, no Estado de Calamidade, a japonesa Mazda foi a primeira a anunciar a reabertura das portas dos seus concessionários em todo o território nacional.

Cumprindo as novas condições decorrentes da nova realidade, a Mazda garante que a sua rede de concessionários e reparadores autorizados está, de novo, operacional, sendo que a disponibilizado dos serviços de venda e após-venda irá alargar-se, gradualmente, à oferta que vigorava antes da crise.

LEIA TAMBÉM
Mazda comemora 100.º aniversário com edição especial. Já para o Outono

Entretanto e ao mesmo tempo, a marca nipónica informa que mantém em vigor o programa #RedeMazdaApoioSeniores, concebido para apoiar a população sénior, através da cedência de viaturas de demonstração às Juntas de Freguesia. Iniciativa que, recorda a Mazda, deverá manter-se até ao final do mês de Junho.

FCA também reabre

Tal como a Mazda, também a filial portuguesa da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), anunciou a reabertura das portas da sua rede de concessionários, com a garantia de aplicação de um protocolo sanitário e de segurança eficaz, para os clientes funcionários.

Deste protocolo, fará parte não apenas a realização de limpezas e higienização, com uma frequência regular, em todos os locais, mas também a colocação de equipamento de proteção na área de receção de todos os showroom e oficinas, além de fluxos de acesso específicos.

Ao mesmo tempo, a FCA garante ainda que todo o pessoal disporá de Equipamento de Proteção Individual (EPI) para os encontros com os clientes e para a execução das intervenções, sendo que, nos vários locais, estarão bem visíveis as recomendações de comportamento a adotar, além de sinalética no pavimento indicando a necessária distância de segurança entre as pessoas.

Além disso, a FCA prevê disponibilizar gel higienizante, luvas descartáveis e máscaras, nos casos em que os clientes não disponham dos mesmos.