Publicidade

Eficiente e sem manutenção. Mahle apresenta motor elétrico sem terras raras

Texto: Francisco Cruz
Data: 17 de Maio, 2021

Depois de, há cerca de cinco anos, a Honda ter anunciado estar em condições de fabricar o primeiro motor elétrico sem metais pesados de terras raras, eis que a alemã Mahle, empresa fornecedora de peças para automóveis, anuncia o seu primeiro motor elétrico, livre de quaisquer tipo de imãs. Ou, dito de outra forma, sem qualquer tipo de elemento das chamadas terras raras.

Em comunicado, a empresa alemã de componentes para automóveis Mahle garante que a tecnologia por si desenvolvida, sem quaisquer elementos de terras raras, não só “torna a produção mais compatível com o meio ambiente”, como traz, igualmente, “vantagens em termos de custos e segurança de recursos”.

“Com o nosso novo motor elétrico, estamos a cumprir a nossa responsabilidade como empresa que opera de forma sustentável”, afirma o presidente da Mahle, Michael Frick, acrescentando que, “dispensar a utilização de imãs e, portanto, o uso de elementos de terras raras, oferece um grande potencial, não apenas do ponto de vista geopolítico, como também no que diz respeito ao uso responsável da natureza e dos seus recursos. ”

O motor elétrico da alemã Mahle

De resto e além de ser ambientalmente mais correcto, o novo motor elétrico agora apresentado pela Mahle anuncia-se, também, como altamente eficiente. Com a companhia a prometer, desde logo, uma eficácia na ordem dos 95%, seja em que regime for.

Com esta promessa, este novo componente passa a rivalizar directamente com os motores dos monolugares de Fórmula E, os únicos até aqui a conseguirem um tal nível de eficácia.

LEIA TAMBÉM
Bentley desenvolve motor elétrico inovador sem terras raras

A par destas qualidades, a Mahle promete, ainda, “elevados níveis de durabilidade”, graças ao recurso a uma transmissão sem contacto de correntes elétricas, entre as partes rotativas e estacionárias, no interior do motor. O que, dito de outra forma, significa um motor sem necessidade de qualquer manutenção ao longo da vida, além de passível de ser utilizado numa ampla gama de aplicações.

“O nosso motor sem ímã pode ser, facilmente, descrito como uma inovação, já que oferece várias vantagens que ainda não haviam sido combinadas, num produto deste tipo”, acrescenta o vice-presidente corporativo da Mahle, Martin Berger. Sublinhando que, “em resultado desta conquista, podemos oferecer aos nossos clientes um produto com excelente eficiência, a um custo comparativamente baixo.”