Jaguar Land Rover tem novo centro criativo

Texto: João Monteiro de Matos
Data: 27 Setembro, 2019

A Jaguar Land Rover revelou as suas novas instalações na sede de Gaydon, Warwickshire, criando um dos edifícios empresariais mais sustentável do Reino Unido e o maior centro de desenvolvimento e criação de automóveis do país.

Gaydon faz parte da estratégia ‘Destination Zero’ da Jaguar Land Rover, que aspira a criar uma sociedade mais segura e saudável com um meio-ambiente mais limpo. Através da sua aposta na inovação permanente, a empresa procura conseguir um futuro com zero emissões, zero acidentes e zero engarrafamentos em todas as suas instalações através dos seus produtos e serviços.

Gaydon conta com quase 13 mil engenheiros e projetistas altamente qualificados encarregues de desenvolver a nova e atual geração de veículos Land Rover. Este centro, líder do setor, estuda e desenvolve tecnologias autónomas, online, eletrificadas e de mobilidade compartida que irão potenciar o crescimento sustentável a longo prazo da Jaguar Land Rover.

No seu discurso de inauguração, o Prof. Sir Ralf Speth, CEO da Jaguar Land Rover, referiu: “Atualmente, as megatendências como a urbanização e a sustentabilidade estão a transformar o sector automóvel, e a Jaguar Land Rover não queremos ser meros participantes do processo, mas configurar o futuro da mobilidade. Apostamos numa visão do mundo com veículos e transporte público de zero emissões, e cápsulas sem condutor para conseguir um  sistema de transporte inteligente, integrado e conectado.

Em Gaydon, investimos no futuro e num ambiente que inspire confiança aos nossos colaboradores. Estabelecemos os requisitos prévios para que, em Gaydon, se desenhe e se fabrique as novas gerações de veículos excecionais e com a maior qualidade. Investimos em consciência e com uma atitude Destination Zero”.

Gaydon, um espaço criado a pensar nas pessoas e na sustentabilidade

Pela primeira vez na história da Jaguar Land Rover, o avançado centro de criação de produtos junta as funções de design, engenharia e aquisição de veículos num único local. Este possui 4.000.000 m², o equivalente a cerca de 480 campos de futebol.

Estas novas instalações contam com mais de 50.000 m² adicionais de um espaço inovador de trabalho, a nível mundial, criado para fomentar a colaboração a longo prazo de todo o processo de desenvolvimento de veículos, desde os esboços até às salas de exposição. Conta com o novo estúdio de design da Jaguar e, no mesmo edifício, junta pela primeira vez os departamentos de design da Jaguar e da Land Rover.

As novas instalações de Gaydon fazem parte dos primeiros 10% dos edifícios empresariais mais sustentáveis do Reino Unido. Cerca de 20% da sua utilização energética provém dos quase 3.000 m² de painéis solares fotovoltaicos instalados no telhado; e o resto é proveniente de fontes renováveis. Foi utilizada a mesma tecnologia de colocação de janelas utilizada no Projeto Eden para fornecer luz natural ao edifício sempre que possível, de modo a conseguir uma maior eficiência energética.

A empresa criou um entorno natural nestas instalações de maior capacidade para fomentar aspectos como a saúde e o bem-estar pessoal, bem como a produtividade dos funcionários de Gaydon. A paisagem natural é o núcleo deste centro, e dá origem a uma zona ecologicamente diversa que reutiliza 80.000 m³ de solo natural cavado durante o processo de construção, o equivalente a 30 piscinas olímpicas.

O início do trajeto até ao Destination Zero

A Jaguar Land Rover avançou consideravelmente na estratégia Destination Zero. No evento de ontem foram apresentados os mais recentes veículos e tecnologias de investigação que fazem parte desta estratégia.

Desde o desenvolvimento de luvas ergonómicas e volantes sensoriais em 3D até à super-reciclagem dos resíduos sólidos domésticos, que dão origem a materiais de alta qualidade para os nossos veículos, a Jaguar Land Rover apresenta a sua estratégia Destination Zero para que as sociedades sejam mais seguras e saudáveis, e o meio-ambiente esteja mais limpo.

Ao investir num futuro autónomo, online, eletrificado e de mobilidade compartida, a Jaguar Land Rover já levou a cabo testes com resultados satisfatórios nos veículos de condução autónoma em percursos urbanos exigentes. Trabalha em conjunto com académicos e empresas líderes em tecnologia para oferecer uma inovação permanente nos seus veículos e serviços futuros. Por exemplo: o funcionamento contínuo de uma frota de táxis I-PACE completamente elétricos da Jaguar em Munique que oferece uma visão e excelentes conhecimentos para incorporar a nova geração de veículos Destination Zero.

A Jaguar Land Rover está no caminho certo para cumprir o seu compromisso e aposta em oferecer aos seus clientes opções eletrificadas de todos os novos modelos Jaguar e Land Rover a partir de 2020. A inauguração de Gaydon reforça o compromisso da empresa de transformar as suas instalações de Castle Bromwich na primeira fábrica eletrificada Premium do Reino Unido, na qual serão fabricados uma vasta gama de novos veículos eletrificados, começando pela próxima geração do Jaguar XJ.

O novo Land Rover Defender foi desenhado e desenvolvido em Gaydon. O Defender, todo um ícone reinterpretado para a geração digital, está equipado com os últimos motores Ingenium eficientes, fabricados em Wolverhampton, a fim de potenciar as raízes britânicas da empresa, bem como a natureza diversificada da sua estratégia de fabrico. Contará com a opção MHEV desde o seu lançamento e, no próximo ano, será introduzida a opção PHEV.