Lamborghini vai pôr um travão às vendas

Texto: Filipe Bragança
Data: 12 Julho, 2019

As vendas do emblema do touro devem ficar limitadas a 8.000 unidades, já a partir do próximo ano.

A Lamborghini vive um bom momento. De acordo com o CEO da marca, Stefano Dominicano, este ano vão ser vendidas mais de 8.000 viaturas. Os italianos atingem assim o recorde histórico de vendas, e muito devem ao aclamado Urus. De acordo com dados da marca, o sucesso deste SUV é tão grande, que deve representar aproximadamente 50% das vendas realizadas em 2019. As previsões apontam para um aumento da receita de 1,42 mil milhões de euros (2018) para os 1,7 mil milhões de euros, ainda este ano.

Embora estes números sejam bastante animadores, o CEO quer por um travão às vendas. Em declarações prestadas durante a inauguração da nova unidade de pintura, na fábrica de Bolonha, explica que já a partir do próximo ano deve ser estabelecido um tecto máximo anual de 8.000 unidades.

“Não devemos focar-nos simplesmente em crescer desenfreadamente. É hora de preservarmos os resultados alcançados e sobretudo, a exclusividade da nossa marca”, afirmou. O responsável máximo da Lamborghini sublinhou ainda: “As vendas de 2019 representam o patamar óptimo atendendo ao nosso portefólio. Por isso devemos manter-nos nestes valores”.

Ainda assim, Stefano Dominicano não exclui a hipótese de um dia virem a ultrapassar a ‘quota imposta, mas isso só acontecerá “caso seja introduzido um novo modelo, no portefólio da Lamborghini”.

O emblema do touro prepara o caminho da electrificação, que até 2025 deverá chegar a todos os modelos da marca. Para já excluí-se a hipótese de um superdesportivo 100% eléctrico, por “não ter uma procura que justifique a aposta”.

Veja também:

De Tomaso está de volta!
Veja a estreia dinâmica do novo McLaren GT em Goodwood (vídeo)
Tesla lidera ranking de valorização das marcas
SSC Tuatara de 1750 cv chega já no próximo ano

Fonte: Automotive News Europe / Driving