Publicidade

Lamborghini Urus ST-X Concept – Terra e asfalto

Texto: António Amorim
Data: 10 de Agosto, 2019

Com esta versão de competição do Urus a Lamborghini assume um novo campeonato monomarca, já em 2020,  para o seu futuro super SUV

É a segunda grande novidade apresentada pela divisão de competição da Lamborghini. Depois do Lamborghini SC18 é o derradeiro Aventador de estrada baseado no Aventador SVJ, que mostramos nas páginas anteriores, a Squadra Corse desventou também este Urus ST-X Concept, a versão de competição do seu novo Super SUV de 270 mil euros com motor V8.

O lançamento é de enorme importância, já que assinala o nascimento de um novo campeonato Lamborghini, destinado especificamente a este modelo e que comportará provas em circuito e provas em todo-o-terreno.

O novo campeonato é anunciado pela Squadra Corse para 2020 e terá um calendário de provas que se desenrolam entre a Europa e o Médio Oriente, sempre em circuitos com homologação FIA. O formato dos eventos é do tipo “chave-na mão”, ou seja, os clientes chegam e conduzem, sendo os carros e todo o apoio técnico para todo o fim-de-semana fornecidos pela organização. Vida boa e cheia de adrenalina, já que se trata de um programa que não estará ao alcance de qualquer um, mas que promete novas emoções associadas à competição com um modelo de configuração e posicionamento bastante invulgares, pelo menos na Lamborghini.

Comparado com o carro de série, o Urus ST-X concept apresenta toda uma decoração específica, para além de entradas de ar maiores para um arrefecimento mais eficaz do motor V8 biturbo de 650 cv e 850 Nm de binário. Saltam à vista tanto a asa traseira como os escapes laterais com um novo formato hexagonal nas ponteiras, assim como as enormes rodas, com jantes de 21 polegadas com porca central.

Tendo em vista a sua finalidade desportiva, o ST-X está equipado com todos os elementos de segurança que compõem o pack de competição aprovado pela FIA, e que é constituído pelo sistema de supressão de fogo e pelo depósito de combustível FT3. Já os arcos de segurança, integrados na estrutura, têm a segunda função de aumentarem a rigidez torcional deste Urus, para que possa resistir às exigências de uma prova que mistura a velocidade em pista com as aptidões para a transposição de irregulares e exigentes estradas de terra. Escondido do exterior está todo o trabalho feito no capítulo da redução de peso, que levou a um ganho de 25 por cento da massa final, comparando com o modelo de estrada. 

Artigo publicado na Revista Turbo 448, de janeiro de 2019. Descubra os nosso ensaios, todos os meses na banca e também na nossa edição online