Koenigsegg cancela contrato com a Spyker

Texto: Nuno Fatela
Data: 12 Setembro, 2018

A marca holandesa bem que pode dizer adeus, pelo menos por enquanto, aos ambicionados motores V8 para o Preliator. Mas existe esperança para um novo acordo entre a Koenigsegg e a Spyker

Foi anunciado que o acordo para o fornecimento de motores da Koenigsegg à Spyker foi cancelado, o que significa que o novo desportivo da marca holandesa deixa de poder ter acesso ao poderoso V8  com mais de 500 cv que almejava. Segundo foi noticiado, foi precisamente a incapacidade dos britânicos cumprirem a sua parte do acordo que esteve na origem da ruptura, sem serem conhecidos mais pormenores. Mas os nórdicos mostram abertura para voltar a negociar, pois os suecos afirmam ter simpatia com os seus antigos parceiros, com uma das porta-voz da marca a afirmar que “aqui na Koenigsegg somos fãs da Spyker”.

 

É fácil de compreender o interesse da renascida marca em poder contar com os poderosos blocos da marca sueca para o seu Preliator. Afinal, muitos dos componentes deste propulsor são iguais aos do V8 que equipa o recordista de velocidade Agera. Algo que lhe permitiu arrasar totalmente a Bugatti, que conta no seu Chiron com o dobro dos cilindros. Além deste motor ter ainda grande margem de progressão, sendo referido pelos escandinavos que podem chegar aos 1000 cv (ou até mais, como referido na resposta ao desafio lançado pelo Tesla Roadster), a sua fiabilidade é outra grande vantagem, pois Christian von Koenigsegg já veio dizer que este bloco “pode durar 200 anos”. Portanto, uma longa vida a acelerar a fundo…

Partilhar