Mobieco

Kia Soul EV agora é e-Soul

Texto: Nuno Fatela
Data: 19 Abril, 2019

Disponível com dois packs de baterias, o Kia e-Soul é a terceira geração do crossover elétrico coreano.

Foram revelados esta semana pela Kia os detalhes do novo e-Soul, a nova geração do modelo conhecido até agora como Soul EV. O modelo elétrico coreano, que se destaca pelo seu estilo singular, apresenta-se com uma nova arquitetura onde o grupo propulsor está mais compacto e alguns componentes diferentes do antecessor, ao que junta diversas tecnologias.

Dois packs de baterias

Tal como aconteceu com o Hyundai Kauai EV, temos duas opções diferentes. O Mid Range tem um pack de 39 kWh de baterias e um motor de 136cv, conseguindo cumprir 276 km entre cargas. Já o Long Range recorre a 64 kWh e um motor de 204cv para cumprir 452km. As duas versões apresentam um binário de 395Nm e demoram 42 minutos a passar de 20% para 80% da bateria quando ligadas a postos de 100 kW.

 

Além da nova arquitetura agrupar todos os componentes do grupo motriz mais perto do motor, há também novidades na suspensão. Além da quantidade de alumínio usado ter subido, agora surge um multibraço na traseira, para maior conforto ao rolar. A Kia diz que a direção do e-Soul tem também melhor resposta, e que a passagem entre a desaceleração do motor e a travagem ao pressionar o pedal é menos sentida. Outro dos destaques é o Kia Stability Management, que serve de controlo de tração e de estabilidade.

Além de contar com reforços da bateria e chassis (35% mais resistente e com mais 25% de rigidez torsional), o elétrico coreano ficou maior. O Kia e-Soul tem mais 55mm de comprimento (4195mm), mais 5mm de altura (1605mm) e um aumento de 30mm na distância entre eixos (2600mm). Além disso, conta com uma bagageira de 315l que, após o rebatimento 40:60 dos bancos traseiros, pode subir aos 1339l.

 

No exterior todos os painéis são novos, apesar da aparência do Soul continuar inconfundível. A marca destaca a colocação em posição alta das luzes, que reforça o estilo crossover, enquanto na traseira temos a faixa vermelha com os luzes a rodear quase a 360º o vidro traseiro. O resultado, diz a marca, é um estilo mais jovem, mais futurista e inovador.

 

Para o interior a marca inspirou-se na acústica, para uma experiência sensorial plena. Existem três tipos de revestimentos, e no nível Emotion há luz ambiente e uma superfície 3D nas portas. Dos equipamentos constam ainda, entre originais ou opcionais, a carga wireless de dispositivos móveis, climatização dos bancos, som Harman & Kardon e Head-Up Display.

Tal como acontece com o Audi e-Tron que testámos recentemente, existem patilhas no volante para gerir a força de regeneração do carro. Esta pode ser configurada em cinco níveis, enquanto para os modos de condução pode optar entre Eco, Eco + e Sport.

 

Um último destaque do Kia e-Soul está no infotainment UVO Connect. Acessível num ecrã de 10,25’’, onde podem ser espelhadas as apps com Android Auto ou Apple Car Play, este sistema permite também obter informações do exterior, como trânsito, meteorologia ou pontos de interesse na rota. Um exemplo do caráter evoluído do Kia e-Soul, tal como nas assistências de segurança a presença de sistemas como Lane Follow Assist (equivalente ao nível 2 de condução autónoma) até aos 130 km/h.

A chegada do Kia e-Soul a alguns mercados europeus ainda no primeiro semestre, com garantia de 7 anos ou 150.000km

Partilhar