Publicidade

Para 2022. Kia revoluciona Niro com a mesma oferta de motores

Texto: Francisco Cruz
Data: 25 de Novembro, 2021

Seis anos após o lançamento da actual geração, a Kia desvendou, esta quinta-feira, o novo Niro. Crossover cuja segunda geração representa um corte estético total com o seu antecessor, à excepção de nas motorizações, e cuja chegada ao mercado está, desde já, prevista para 2022.

Traduzido numa estética claramente vanguardista e um pouco ao género do, “ou se ama, ou se odeia”, resultado também da inspiração no concept HabaNiro de 2019, o novo Kia Niro destaca-se, desde logo, pela nova assinatura luminosa frontal com tecnologia LED, acrescida de uma grelha ‘Tiger Nose’ redesenhada, assim como de um novo desenho luminoso nos farolins traseiros.

Igualmente presente nos veículos hoje desvendados, jantes em liga leve com um desenho inspirado na letra ‘Y’ e, de resto, que já eram notadas no concept, assim com uma pintura exterior bi-tom e um pilar C que sobressai pelas dimensões. E que a Kia explica, não somente como um elemento estético, mas também com vantagens em termos aerodinâmicos.

A nova geração Kia Niro
A nova geração Kia Niro

De resto, a este esforço em termos aerodinâmicos junta-se, ainda, a preocupação ambiental, nomeadamente, quanto aos materiais utilizados no habitáculo. A grande maioria, com origem na reciclagem, como é o caso do forro do tejadilho, o qual utiliza papel de parede no seu fabrico, ou ainda do revestimento dos bancos, o qual recorre a fibras produzidas a partir de folhas de eucalipto, no seu fabrico. Já os painéis das portas, são revestidos com tinta à base de água livre de substâncias petroquímicas BTX.

Finalmente e ainda no habitáculo, um design, nomeadamente, do tablier e consola central, inspirado na linguagem estética aplicada nos mais recentes modelos da marca, como o crossover elétrico EV6, com o novo Niro EV a estrear, por exemplo, um botão como selector de marcha, além de uma iluminação ambiente fina e leve. Tal como acontece, aliás, com os bancos dianteiros, nos quais se estreia, ainda, um cabide na parte de trás dos encostos de cabeça.

O interior do novo Niro vai buscar inspiração aos mais recentes modelos da marca
O interior do novo Niro vai buscar inspiração aos mais recentes modelos da marca

Motorizações: oferta mantém-se ampla

Em termos de motorizações, a Kia não deixou de confirmar a manutenção das já conhecidas soluções de propulsão, ou seja, motores híbridos, híbridos plug-in (PHEV) e exclusivamente elétricos. Isto, apesar da marca sul-coreana pretende manter o elétrico e-Niro como uma proposta, de certa forma, à parte e que, ao contrário de outros EV’s do construtor, não utiliza a plataforma E-GMP.

Ainda assim, é expectável que o novo e-Niro venha a dispor de uma evolução da já conhecida configuração de um só motor elétrico, com sistema de tracção dianteira, e, muito provavelmente, com uma bateria de maior capacidade. Possivelmente, de 64 kWh e a prometer 454 quilómetros de autonomia.

Quanto às restantes motorizações, a promessa, igualmente, de ganhos em termos de eficiência e desempenho, nomeadamente e no caso do Niro PHEV, graças à utilização do sistema de navegação no alternar entre propulsão elétrica e a gasolina.

A iluminação interior é um dos aspectos marcantes no novo Kia Niro
A iluminação interior é um dos aspectos marcantes no novo Kia Niro

De resto e embora ainda nada esteja confirmado, o mais certo que é que o atual 1,6 litros continue presente no novo Kia Niro, embora sem que tal signifique oferecer a mesma potência de 265 cv que promete no novo Sportage PHEV.

Chega em 2023

Embora, para já, sem data certa de lançamento no mercado, tudo aponta para que o novo Niro chegue aos concessionários, já em 2022. E, certamente, com uma subida de preço face ao atual.

O novo Niro representa um corte radical com a geração ainda em comercialização
O novo Niro representa um corte radical com a geração ainda em comercialização