Kia IMT

Publicidade

Kia estreia caixa manual com tecnologia mild-hybrid

Texto: Carlos Moura
Data: 24 de Junho, 2020

A Kia acaba de apresentar uma nova caixa de velocidades manual, sem ligação mecânica, que, segundo o fabricante, permitirá não só melhorar o consumo de combustível, mas também reduzir as emissões e aumentar o prazer de condução.

A Kia Motors revelou uma nova caixa de velocidades manual que recorre à eletrónica para substituir a tradicional ligação mecânica nos seus futuros modelos com tecnologia mild-hybrid.

O novo sistema Intelligent Manual Transmission será estreado no motor diesel mild-hybrid de 48V do Ceed e do Xceed e também será usado na motorização a gasolina 1.0 mild-hybrid do próximo Rio. Futuramente passará a estar disponível em outras motorizações eletrificadas de 48V.

Componentes do novo sistema Intelligent Manual Transmission da Kia
Componentes do novo sistema Intelligent Manual Transmission da Kia

O sistema desta nova caixa de velocidades da Kia substitui a ligação mecânica tradicional com a embraiagem, com uma ligação eletrónica por cabo, estando o sistema integrado na cadeia cinemática MHEV de 48V.

LEIA TAMBÉM
Kia Vibe. Ir ao concessionário e comprar carro, sem sair de casa

O sistema funciona em associação com o gerador de arranque mild-hybrid para desligar o motor na fase de circulação “à vela” – mantendo, no entanto, a mudança engrenada – permitindo, segundo a Kia, diminuir o consumo de combustível e as emissões até 3% em condições reais de utilização.

Desenvolvido na Alemanha para a Europa

O sistema IMT foi desenvolvido na Alemanha pelo centro técnico europeu do Hyundai Motor Group, tendo em conta a especificidade do mercado europeu, onde as caixas de velocidades manuais ainda continuam ser muito populares.

Michael Winkler, responsável pela área de negócio de linha motriz da Kia, refere que as transmissões manuais ainda representam mais de metade das vendas da marca na Europa.

“As caixas de velocidades manuais continuam a ser uma tendência na Europa. Por isso, quisemos ver como seria possível eletrificar uma transmissão manual”, afirma Michael Winkler.

“Continua a haver um procura real para caixas de velocidades manuais e acreditamos que existe um benefício real na capacidade de disponibilizarmos uma transmissão manual num sistema eletrificado de 48V”.

Apesar do sistema melhorar o consumo real de combustível, o mais importante para os condutores não é a eficiência, mas o conforto: o sistema de 48V oferece um sistema start-stop mais suave, por exemplo. Para os clientes a principal vantagem é não terem de fazer nada: o sistema faz tudo automaticamente”.