Mobieco

Publicidade

Jaguar Land Rover vai utilizar resíduos plásticos nos interiores dos carros

Texto: Redação
Data: 29 de Setembro, 2020

Fabricante de automóveis premium, a Jaguar Land Rover vai passar a utilizar resíduos plásticos no interior dos seus automóveis, como parte da estratégia para uma economia circular, a que deu o nome de Destination Zero.

Assumindo como objectivo a criação de interiores luxuosos, mas sustentáveis, nos seus automóveis, a Jaguar Land Rover vai começar a integrar tapetes e revestimentos produzidos com fios de ECONYL, uma fibra fabricada a partir de resíduos plásticos.

Criado pela Aquafil, líder mundial no sector das fibras sintéticas, o ECONYL tem na base vários desperdícios, desde o plástico industrial reciclado, aos restos de tecidos de fabricantes de produtos têxteis. Ou, até mesmo, redes de pesca, muitas delas abandonadas no mar, e que são conhecidas como «redes fantasma».

De resto, esta mesma fibra, ou nylon regenerado, foi já utilizado na alta-costura e nas indústrias do vestuário desportivo, assim como nos relógios de luxo. Quer para fabricar bolsos, mochilas e fato de banho, quer braceletes.

Reciclando resíduos de nylon de todo o mundo – em apenas um ano, a empresa recicla até 40.000 toneladas -, o processo de reciclagem levado a cabo pela Aquafil reduz o impacto do nylon sobre o aquecimento global, em 90%, quando comparado com o material procedente do petróleo.

LEIA TAMBÉM
Volvo promete forte redução dos plásticos

Por cada 10.000 toneladas produzidas de matéria-prima da ECONYL, evitam-se 65.100 toneladas de emissões expressas de dióxido de carbono equivalente e a utilização de 70.000 barris de petróleo, afirma a Jaguar Land Rover.

Aplicado, o polímero de nylon regenerado ECONYL tem as mesmas características químicas e funcionais que a matéria-prima de origem fóssil, assegurando que pode ser processado para obter fibras que são utilizadas em produtos têxteis e alcatifas.

“O trabalho dos nossos designers e engenheiros centra-se no desenvolvimento de novos materiais sustentáveis que irão integrar os futuros modelos da Jaguar e Land Rover”, afirma Adrian Iles, Engenheiro-Sénior na Interior Systems Team da Jaguar Land Rover. Explicando que, “um dos nossos objetivos principais é a criação de novos materiais sustentáveis utilizando as tecnologias e os têxteis mais inovadores e vanguardistas”.

Recordando que, “os pilares de nossa estratégia Destination Zero são a redução de resíduos e de emissões de carbono e a reutilização de materiais”, o mesmo responsável conclui que “esta investigação pioneira sobre materiais tem uma importância chave para conseguir chegar à meta e é um componente fundamental do design que oferecemos aos nossos clientes».