Publicidade

Estudo J.D. Power. Toyota e Lexus continuam a ser as marcas mais fiáveis

Texto: Carlos Moura
Data: 22 de Fevereiro, 2024

O estudo J.D. Power Power Vehicle Dependability procurou conhecer as marcas de automóveis mais e menos fiáveis, após os três primeiros anos de aquisição de um veículo. Lexus e Toyota destacam-se pela positiva; Audi, Volkswagen e Land Rover pela negativa. 

A J.D. Power revelou as conclusões da edição de 2024 do estudo de fiabilidade dos automóveis adquiridos nos Estados Unidos, o qual analisa os problemas sentidos pelos proprietários nos três primeiros anos após a aquisição de um automóvel.

No caso do J.D. Power Vehicle Dependability Study de 2024 foram analisados os problemas detetados nos automóveis adquiridos em 2021 e teve por base entrevistas realizadas a 30 595 proprietários norte-americanos, efetuadas entre agosto e novembro de 2023.  

Com base nos resultados foi estabelecido um factor PP100, que mais não é do que o número de problemas sofridos por cada 100 automóveis. UM PP100 de 190, que é a média da indústria, significa que cada 100 automóveis registaram 190 problemas, ou seja, cada automóvel teve 1,9 problemas.

Ainda que este estudo tenha por base a realidade norte-americana e que algumas não não sejam comercializadas em muitos países do Velho Continente – Buick, Chevrolet, Dodge, Chrysler, Lincoln, GMC, Cadillac -, o mercado é cada vez mais global, pelo que se podem tirar algumas conclusões interessantes. Isto não quer dizer que os resultados possam ser extrapoláveis para o Velho Continente. 

Problemas mais frequentes

De acordo com o estudo, os problemas mais frequentes envolvem os sistemas de informação e comunicação com 49,1 problemas por automóvel, que é praticamente o dobro da categoria seguinte, a carroçaria e exterior do veículo. Os problemas mais graves estão relacionados com o Android Auto e Apple CarPlay e o reconhecimento de voz.

A generalização dos sistemas de assistência à condução tem como consequência um aumento dos problemas relacionados com aqueles dispositivos entre os 90 dias e os três anos desde a aquisição de um veículo. Na prática significa que muitos condutores não estão satisfeitos com estas ajudas após um período de adaptação.

Os veículos eletrificados dão mais problemas do que os restantes, com os elétricos a bateria com um índice de 256 PP100, os híbridos plug-in com 216 PP100, os híbridos com 191 PP100 e os gasolina com 187 PP100.

Por este motivo, o estudo de 2024 registou um aumento dos problemas com uma média de 190 PP100 contra 186 PP100 no ano passado.

Toyota e Lexus entre as mais fiáveis

Desde há vários anos que a Toyota e a Lexus lideram as listas das marcas mais fiáveis do mercado, seguindo-se a Buick, Chevrolet, Mini, Porsche, Mazda, Kia, BMW, Dodge e Jeep.

 Na edição de 2024, as marcas que mais evoluíram face a 2023 foram a Porsche (-33 PP100), a Mercedes-Benz (-22 PP100) e a Toyota (-21 PP100).

LEIA TAMBÉM
Relatório de Fiabilidade TÜV. Tesla Model 3 fica no último lugar

Por outro lado, a Chrysler, a Audi, a Land Rover e a Volkswagen são as marcas que registaram um número de problemas muito superior à média de PP190 deste estudo.

De salientar que se deve levar em consideração a presença neste estudo de marcas que não estão presentes na Europa, dado que o mesmo foi efetuado nos Estados Unidos. Contudo também não deixa de ser verdade que dá algumas indicações relativamente à maior ou menor fiabilidade de algumas marcas.