Interiores do Skoda Scala antevistos

Texto: Nuno Fatela
Data: 7 Novembro, 2018

A aposta na digitalização, com a maior combinação de ecrãs do segmento, é uma das grandes apostas da marca para o substituto do Rapid. 

Depois de ter confirmado o nome do seu novo modelo para o segmento C, a Skoda dá agora novos detalhes sobre o Scala. Este modelo vem substituir o Rapid na gama do fabricante checo, e terá uma aparência, materiais e tecnologias que o colocam num patamar superior em termos de qualidade, de forma a concorrer de forma mais direta com os “tubarões” deste segmento. Afinal, entre os rivais estarão propostas muito bem apetrechadas, como o Renault Mégane, Peugeot 308, Opel Astra, Ford Focus e Volkswagen Golf, entre outros.

 

Para este “upgrade” a digitalização do habitáculo será uma grande aposta, como fica agora comprovado com a imagem revelada que antevê os interiores do Skoda Scala. O ambiente é dominado por dois grandes ecrãs, com destaque para o painel de instrumentos digital com 10,3”. Além disso, existe um touchscreen ‘flutuante’ com 9,2” ao centro, que será o centro de operações para o infotainment. Estes dois ecrãs oferecem a maior combinação digital do segmento. Na vertente digital, o reforço da ligação homem-máquina também fica a cargo de uma nova aplicação móvel com funcionalidades mais alargadas e da capacidade de atualizações “over the air” (wireless) para o infotainment.

Com um design inspirado no Vision RS, o Scala será o primeiro Skoda produzido com a plataforma modular MQB A0, já utilizada em outros modelos como o VW T-Roc. Esta base será depois aplicada a mais veículos, como o próximo Skoda Fabia e um SUV compacto que será mais pequeno do que os atuais Karoq e Kodiaq. O novo Scala chega com uma missão importante, pois vem substituir o segundo modelo mais vendido da marca. Em 2017, o Rapid representou 211.000 unidades comercializadas, um registo apenas superado pelo Superb. Mas um dos responsáveis de marketing da marca já revelou recentemente, numa entrevista, que acredita que o Scala pode duplicar as vendas do Rapid.

Partilhar