Ignição por microondas pode salvar motores de combustão

Texto: Nuno Fatela
Data: 14 Dezembro, 2018

Esta solução, para substituir as convencionais velas, pode garantir uma redução das emissões até 80%. Não admira, por isso, que a empresa MWI, que se especializou neste processo de ignição por microondas já esteja a captar a atenção de vários investidores.

Embora muitos prognósticos indiquem os motores de combustão interna caminham lentamente para a extinção no mundo automóvel, há quem continue a lutar pela viabilidade desta tecnologia. Algo que fica bem demonstrado pelas várias inovações que vão sendo progressivamente introduzidas e que vão conseguindo reduzir o impacto ambiental destes propulsores. Agora surge mais uma novidade neste campo, a ignição por microondas.

Vela de Ignição
"Vela" de microondas

Este é um sistema que está a ser desenvolvido por uma empresa germânica com o “criativo” nome de ‘Micro Wave Ignition’ (MWI), que se traduz precisamente por ignição por microondas. A ideia é substituir as atuais velas dos Diesel e dos gasolina, que são responsáveis pela tarefa de fazer nascer a chama da combustão dentro dos motores. A grande vantagem é dar início a esta queima em toda a câmara em simultâneo, ao invés de apenas num único local e depois esperar que a chama se expanda. Algo que a companhia germânica designa como “ignição a larga escala controlada”.

Segundo as estimativas, a ignição por microondas pode reduzir os consumos em 30%, porque o combustível queima a uma temperatura mais baixa. Mas mais importante é a descida de 80% nas emissões, que pode garantir a viabilidade num prazo muito mais prolongado dos motores de combustão.

 

Um vídeo a explicar esta tecnologia pode ser encontrado no site da empresa MWI, a que pode aceder através deste link.

 

Fonte: Motor1 e Automotive News

Partilhar