Publicidade

IAA Mobility 2023. Chineses vieram à conquista da Europa

Texto: Carlos Moura
Data: 7 de Setembro, 2023

Conheça algumas das novidades apresentadas no IAA Mobility 2023 que decorre na cidade alemã de Munique e onde os chineses desembarcaram em força para conquistar a Europa. Os fabricantes locais que se cuidem.

Os chineses estiveram presentes em força no IAA Mobility 2023 de Munique e aproveitaram a ocasião para apresentar algumas das novidades que se destinam a ser comercializadas no Velho Continente.

Se algumas marcas já são relativamente familiares como a BYD ou a MG, outras eram praticamente desconhecidas para os europeus a Seres, a Forthing ou a Leapmotor.

A BYD, que é uma das maiores rivais da Tesla em termos de vendas mundiais de veículos elétricos, tinha mesmo um dos maiores stands do salão para dar a conhecer toda a sua gama na Europa, incluindo a berlina Seal e o SUV de cinco lugares Seal U. A nova berlina elétrica será comercializada a partir de 42.990 euros na versão de entrada com tração traseira, enquanto uma versão de tração integral estará disponível a partir de 50.990 euros.

MG Cyberster

Outra estreia europeia foi a submarca Denza, que resulta de uma joint-venture entre a BYD e a Mercedes-Benz. Em exposição estava o D9 MPV, um monovolume de sete lugares, numa configuração 2+2+3, projetado para oferecer um elevado conforto, segurança e elevadas prestações, que será comercializado em motorizações PHEV ou elétricas.

Estreias absolutas

Na MG, a grande novidade era o Cybersteer, um descapotável elétrico, que será comercializado, a partir de 2024, com duas opções de linha motriz. A primeira terá tracção apenas traseira e uma potência de 315 cv de potência. A segunda versão já virá com dois motores elétricos, instalados em ambos os eixos, e, que, além de garantirem tração integral, prometem uma potência combinada de 545 cv. Para uma utilização mais familiar, a marca propõe outras alternativas como o MG4 EV ou o Marvel R.

BYD Han
MG4 EV
Seres 5
XEV Yoyo Pro
Forthing U-Tour V9
Leapmotor C10
BYD Seal
Denza D9 MPV

Ilustre desconhecida entre nós é Forthing, marca chinesa detida pela Dongfeng Liuzhou Motors, que apresentou quatro modelos, híbridos e elétricos: T5, Friday, U-Tour e U-Tour V9. Uma das apostas é o T5 Friday, um SUV elétrico com 4,6 metros de comprimento, motor elétrico de 150 kWh (204 cv), alimentado por uma bateria de 85,9 kWh, com autonomia de até 510 km. A Forthing aproveitou igualmente o certame para fazer a estreia do mundial do U-Tour V9, um MPV de sete lugares (2+3+3), que terá motorizações PHEV ou a gasolina.

De todas as dimensões

Igualmente participada pela Dongfeng é a Seres, marca dedicada à produção de veículos elétricos, que apresentou dois SUV em Munique, designados por 5 e 7. Desenvolvidos em colaboração com a Huawei são comercializados na China com tração traseira e motor de 255 kW ou integral com dois motores elétricos que desenvolvem uma potência combinada de 475 kW.

Referência ainda para Leapmotor, uma start-up chinesa que chamou a atenção para o seu potencial tecnológico devido às ligações com o Volkswagen Group e a Stellantis. O seu primeiro modelo projetado para o mercado é um SUV de dimensões médias, o C10, que utiliza a sua plataforma LEAP3.0, que inclui um pack de bateria estrutural, “habitáculo inteligente” com tecnologia Qualcomm e linha motriz elétrica arrefecida a óleo.

LEIA TAMBÉM
BYD já vendeu mais de 1,25 milhões de veículos em 2023

No domínio dos micro-carros referência para o Yoyo Pro da XEV, que se carateriza por um comprimento exterior de dois metros e por estar equipado com uma bateria de 10,3 kWh, que pode ser substituída em estações dedicadas. A autonomia anunciada é de 150 km.

Ausentes e presentes

Esta edição do IAA Mobility 2023 foi marcada pela ausência de muitas das mais importantes marcas presentes no mercado do Velho Continente como quase todas da Stellantis, com a honrosa exceção da Opel e porque é alemã, mas também das japonesas (Honda, Lexus, Mitsubishi, Nissan, Suzuki, Toyota), coreanas (Kia e Hyundai) e algumas europeias, como a Volvo.

BMW Neue Klasse
Mercedes-Benz CLA Concept
Volkswagen ID GTI
Volkswagen ID 7
Porsche Mission X
Opel Experimental
Renault Scénic
Tesla Model 3

Por razões óbvias, as marcas alemãs não puderam faltar à chamada e compareceram, mas nalguns casos com uma presença relativamente modesta. Como o evento se reparte entre o centro de exposições de Munique e o centro da cidade, algumas marcas dividiram-se entre as instalações da feira e um recinto no centro da cidade. Outras como a Ford, a Mini, a smart ou a Polestar estiveram apenas na rua.

Na feira, o Volkswagen Group tinha uma das maiores áreas de exposição, mas concentrou no mesmo espaço todas as marcas. À exceção da Volkswagen, com o ID 7 e do ID GTI, cada uma das outras estava representada apenas com um modelo: Audi E-Tron, Cupra Tavascan, Porsche Mission X.

Protótipos em destaque

Quanto à BMW e o grandes destaque era a estreia da plataforma Neue Klasse que vai servir de base aos seus futuros elétricos. A Mercedes-Benz, por sua vez, revelou o CLA Concept, o protótipo de berlina elétrica de quatro portas, que dará origem ao futuro CLA.

Microlino

A Opel, por seu lado, tinha no recinto de exposições o protótipo Experimental. Na Renault destaque para a estreia do Scénic E-Tech, que passa a ser um SUV com autonomia de até 620 quilómetros, e do Grand Kangoo de 7 lugares. O renovado Tesla Model 3 também fez sua a primeira aparição junto do grande público. 

Igualmente presente esteve o microcarro Microlino, inspirado no BMW Isetta, que será proposto em dois níveis de acabamento, Dolce e Competizione, com preços a partir de 21.190 euros e 21.690 euros. Na Alemanha, claro.