Hyundai reinventou o citadino i10

Texto: Sérgio Veiga
Data: 3 Setembro, 2019

A Hyundai mostrou em primeira-mão uma das suas grandes novidades para o Salão de Frankfurt, a nova geração do citadino i10.

Feito a partir de uma folha em branco, o novo i10 cresceu 40 mm em distância entre eixos (mas só 5 mm em comprimento) e 20 mm em largura. O que representa passar a estar entre as referências do segmento A em termos de habitabilidade, tendo mesmo lotação para cinco ocupantes.
Esteticamente está muito mais atraente e com ar mais dinâmico, pelo tejadilho mais baixo (menos 20 mm em altura) e pelas linhas bem vincadas. A grelha típica da marca íntegra as luzes diurnas com seis pontos em LED.

No lançamento, previsto para meados do primeiro trimestre de 2020, o Hyundai i10 contará com os motores 1.0 MPi de 66 cv e 1.2 MPi de 84 cv. Ambos podem ser associados, em opção, a uma caixa manual automatizada.
O habitáculo foi totalmente redesenhado, confirmando visualmente o efectivo aumento de dimensões. Conta com um ecrã tátil de 8’’ ao centro em que se podem comandar as funções de conectividade, sendo compatível com Apple CarPlay e Android Auto. Aí se projectam também as imagens da câmara traseira, estando ainda disponível uma sistema de carregamento de telemóveis por indução.