Hyundai Kauai – pleno de ambição

Texto: Júlio Santos
Data: 13 Junho, 2017

O Hyundai Kauai, chega em novembro e tem ambições legítimas para se afirmar como uma das propostas de referência num segmento em forte expansão. Tem qualidade, tecnologia e uma aparência cativante. No final do próximo ano terá uma versão 100% elétrica.

Atenção Renault Captur e Peugeot 2008; a vida vai ficar mais difícil pois estão a chegar propostas cheias de ambição. É o caso do Hyundai Kauai cujo lançamento, em novembro, pode coincidir com a introdução do pequeno SUV que a VW vai produzir em Palmela.

Mesmo reservando uma opinião definitiva para o ensaio dinâmico atrevemo-nos a dizer que a nova proposta coreana é já um caso sério. O desenho da carroçaria de 4,2 metros de comprimento tem personalidade e irreverência, duas características de que os consumidores urbanos não prescindem. Mas ao contrário de ser ostensivo, é elegante e equilibrado; olhamos para o Kauai e imaginamo-nos num final de tarde pelos mais belos caminhos de serra… embora estejamos no meio a cidade! Quem não gosta dessa sensação de evasão?

O Kauai é “trendy”, ousado nas cores e ao propor duas tonalidades (cinzento e preto) para o tejadilho. E é coerente no interior onde não prescinde de materiais de qualidade, mas não se esquece de detalhes capazes de cativar os clientes que pretende impactar, como é o caso das costuras coloridas dos bancos e do volante. “Desenhámos o Kauai com o objetivo de conquistar novos clientes para a marca” – diz-nos Peter Schreyer, vice-presidente da Hyundai e responsável máximo pelo design. “Sabíamos que para isso tínhamos que apresentar um design ousado; em acordo com o estilo de vida moderno. Estamos satisfeitos com o resultado final. Este é um dos modelos da Hyundai que, depois de concluído, mais me satisfaz. Tenho a certeza de que vai cumprir com todos os objetivos que tínhamos em mente”.

Interior Hi-tech

À emoção, junta-se a razão. Ao estilo moderno, conjugado com detalhes subtis, o interior do Kauai soma bastante espaço beneficiando de uma ampla distância entre eixos de 2,6 metros, a maior do segmento, permitindo-lhe alojar cinco pessoas e 361 litros de bagagem. O que lhe falta em modularidade (o banco traseiro, por exemplo, é fixo) sobra-lhe em tecnologia útil. É o caso do “head-up” display que projeta em frente ao condutor as principais informações, a que se junta o écran tátil de oito polegadas onde podemos replicar algumas das principais aplicações dos nossos “smartphones” e, assim, beneficiar daquilo de que já ninguém prescinde: total conectividade. O pequeno SUV da Hyundai conta, na verdade, com as tecnologias mais avançadas e que, normalmente, apenas encontramos nos carros maiores e mais caros. Para além dos dispositivos de info-entretenimento de última geração, como o sistema de navegação, possibilidade de acesso Google, sofisticado sistema de áudio com oito altifalantes e amplificador de 350 Watts, conta com os dispositivos de segurança mais evoluidos, destacando-se a travagem autónoma de emergência (com deteção de peões) e aviso de aproximação de outro veículo na traseira.

O Kauai chega ao mercado em novembro apenas com motores a gasolina de 1.0 litros turbo e injeção direta (120 CV) e 1.6 litros, de 177 CV, podendo este último ter associada a tração integral e a caixa automática de sete velocidades, com dupla embraiagem.

Para dentro de um ano, está prevista a chegada de um novo bloco turbodiesel de 1,6 litros (115 CV e 136 CV) que tem a particularidade de cumprir já com as normas ambientais que só entrarão em vigor em 2021.

De referir, por fim, que, no decurso desta pré-apresentação, foi anunciado que o Kauai deverá ter, no outono de 2018, uma versão totalmente elétrica cujos detalhes não foram revelados, o mesmo acontecendo, aliás, com os preços.