Hummer H1 2002

Hummer em vias de regressar à vida… elétrica

Texto: Redação
Data: 13 Janeiro, 2020

Morta devido à dimensão dos seus motores a gasolina e respectivas emissões, a Hummer pode, afinal, estar em vias de regressar à vida. Embora já não como marca própria… e, nesta nova fase, em modo 100% elétrico!

A notícia foi avançada pelo também norte-americano Wall Street Journal (WSJ), garantindo que a norte-americana General Motors (GM) está a preparar o regresso da outrora imponente Hummer. Embora e nesta nova fase, em moldes muito diferentes daquilo que a marca já foi.

Segundo a mesma fonte, a ideia da GM é ressuscitar a Hummer, mas apenas como denominação. A qual passará não só a fazer parte do line-up da GMC, como servirá para distinguir uma nova família de novas pickups e SUV, elétricos.

Pickup truck e SUV de grandes dimensões em preparação

Estes novos modelos, acrescenta a Bloomberg, adoptarão a designação “Hummer by GMC”.

Quanto a modelos, além de uma pickup de grandes dimensões, que terá a responsabilidade de lançar esta nova sub-marca no mercado americano, a GM estará já a desenvolver, igualmente, um SUV, também de grandes dimensões. Mas que só chegará ao mercado caso a estratégia se mostre de sucesso.

Hummer H1
Fabricante com uma história ligada às Forças Armadas, a Hummer pode agora vir a tornar uma marca… elétrica

Ainda de acordo com a Automotive News Europe, a estratégia agora conhecida pretende acabar com aqueles que eram dois dos maiores problemas da marca Hummer, no mercado americano: uma imagem de automóveis a gasolina com elevados consumos, além de com custos de comercialização excessivamente elevados.

Hummer vítima da crise

Recorde-se que a Hummer original era uma marca com raízes no seio militar, que, depois de ter sido adquirida pela GM em 1998, acabou por ser descontinuada em 2010, na sequência da bancarrota em que caiu o seu dono, o grupo automóvel norte-americano General Motors.

Consequência dessa época difícil, que inclusivamente levou ao fim de outras marcas do universo GM, como a Pontiac, a Saturn ou a Saab, o construtor automóvel norte-americano chegou a admitir vender a Hummer a uma empresa chinesa. Sendo que, o negócio só não se concretizou, porque os reguladores chineses não o permitiram.