Publicidade

Sem acréscimos. Honda passa a anunciar apenas e só o preço chave na mão

Texto: Redação
Data: 11 de Janeiro, 2022

Procurando criar uma relação mais próxima com os clientes, a Honda Portugal decidiu iniciar 2022 com uma nova estratégia de comunicação, que, garante, facilitará a vida aos consumidores, no momento da decisão da compra. Como? Passando a fornecer o preço final, ou preço chave na mão, e sem mais quaisquer acréscimos, à posteriori.

Intitulada “No fim de contas, sabe com o que pode contar”, esta nova estratégia de comunicação, da parte da Honda Portugal Automóveis, já para 2022, levará, assim, a marca nipónica a anunciar os preços dos automóveis, equipamentos e serviços, naquele que é o valor final, ou seja, “chave na mão”.

Desta forma, afiança o construtor, os clientes deixarão de enfrentar situações inesperadas e desagradáveis, e passarão a conhecer, logo à partida, o valor real a pagar por qualquer modelo automóvel, equipamento ou serviço. O que também facilitará a própria decisão de compra.

A partir de agora, os preços, na Honda, são todos "chave na mão"
A partir de agora, os valores, na Honda, são todos do tipo “preço chave na mão”

Segundo o Brand Manager da Honda Portugal, Luís Santos, “o que se pretende é transmitir ao cliente a máxima transparência, sem deixar surpresas para o momento da compra, tais como despesas de legalização, transporte e, inclusive, a pintura metalizada, que representa mais de 90% das vendas.” 

LEIA TAMBÉM
São apenas 20. Honda comemora 20 anos do Jazz com edição limitada

“Queremos marcar a diferença com uma comunicação mais direta”, sentencia o mesmo responsável.

Recordar, ainda, que, do preço chave na mão, faz já parte, igualmente e no caso específico dos automóveis Honda, a garantia de 5 anos sem limite de quilómetros e os 5 anos de assistência em viagem. Isto, além das já referidas pintura metalizada e despesas de legalização e transporte.