Publicidade

Geely pode oferecer crossovers à Lotus

Texto: Nuno Fatela
Data: 27 de Setembro, 2017

A integração do fabricante de Hethel no grupo chinês que também detém a Volvo pode significar a expansão da gama para outros segmentos, onde se incluem os crossovers

A Lotus tem sido um verdadeiro “case-study” na indústria automóvel, pois apesar de estar há longos anos com uma gama composta por apenas três modelos e sem dar lucros, mantém altos níveis de popularidade. No entanto, o fabricante de Hethel pode estar prestes a ganhar “nova vida” após ter sido adquirida pelo Grupo Geely (consórcio chinês também na posse da Volvo), já que estão a ser delineados planos para a expansão da marca. Uma das principais possibilidades avançadas é o ataque a um dos segmentos mais lucrativos do mercado atualmente, os crossovers.

 

A intenção passa por capitalizar precisamente a imagem que a Lotus conseguiu manter, como explicou um dos responsáveis da Geely, Carl-Peter Forster. Em conversa com os jornalistas recrodou que o emblema britânico “tem uma imagem que não esmoreceu. É uma marca de pequeno volume, mas acreditamos que existe potencial para superar os 1500 a 2000 veículos vendidos atualmente [por ano]”.

 

Onde se enquadram nestes planos os crossovers, especialmente tendo em conta que um dos pergaminhos da Lotus é fabricar carros de baixo peso e ágeis? Explicando que podem vir a surgir novidades de “qualquer dimensão e em qualquer quantidade”, Forster não esconde que a inspiração para os planos da Geely para a Lotus está na Porsche. Dando como exemplo o Cayenne, este responsável conclui que “se recordarmos para uma marca de desportivos bastante famosa do sul da Alemanha, foram capazes de expandir a marca sem a diluir”. E agora, aparentemente, a Lotus está a pensar seguir os bons exemplos e poderá vir a ganhar futuramente um crossover…