Fórmula 1 atrasa o relógio…

Texto: Nuno Fatela
Data: 2 Fevereiro, 2018

Em mais uma das alterações para a nova temporada, a Liberty Media decidiu adiar o arranque de todas as sessões dos GP realizados na Europa e Brasil por uma hora. No caso das corridas será um pouco mais, pois passam a ter início 10 minutos depois do relógio bater nas 14H portuguesas para as provas do Velho Continente.

Continua a revolução na Fórmula 1, e depois do “olá ao Halo” de proteção e do adeus das Grid Girls surgem agora alterações nos horários das provas. Num comunicado de imprensa, os organizadores da Fórmula 1 referem que “pesquisas indicam que uma audiência televisiva mais vasta é alcançável mais tarde durante as tardes, especialmente nos meses de Verão. Consequentemente foi decidido o adiamento do horário de arranque de cada sessão por uma hora em todos os GP [da Europa e Brasil]”. Por isso, os treinos e qualificações destas provas passam a ter início pelas 14H, e os sinais para a partida apagam-se pelas 14.10H. Neste último caso há que destacar que isto permite a introdução de publicidades antes do arranque das provas, o que pode significar (mais) uma importante fonte de receitas.

Existe ainda outro benefício para esta mudança, pois conquistar o importante e vasto mercado americano tem vindo a ser uma batalha constante para a Fórmula 1 e esta medida pode ser benéfica nesse sentido. Devido às diferenças horárias, os americanos não costumam madrugar aos domingos de manhã para ver as corridas realizadas no continente europeu, que por cá estavam marcadas para as 13H portuguesas (14H em outros países desta região do globo) mas que, devido ao fuso horário, tinham início às 5H da manha na Califórnia e Costa Oeste dos Estados Unidos. Daí que a mudança de horário por parte da Liberty Media, que gere o campeonato, também pode ter impacto do outro lado do Atlântico.