Ford Kuga renovado com motor 1.5 TDCi de 120 CV

Texto: António Amorim
Data: 18 Novembro, 2016

Já à venda desde 29 837€, conta com novos níveis de equipamento Business, Titanium, ST-Line e Vignale.

Posicionado entre o grande Ford Edge e o pequenino Ford Ecosport, o Ford Kuga surge agora mais apto a atacar a classe dos SUV médios, onde imperam o Nissan Qashqai, o Peugeot 3008, o VW Tiguan e o Kia Sportage, entre outros. A novidade mais importante é certamente a inclusão na gama do novo motor turbodiesel 1.5 TDCi com 120 CV de potência. A marca anuncia para esta versão uma média de consumo de 4,4 litros aos cem. Esta versão não está, no entanto, disponível com tração integral, mas apenas dianteira, custando em Portugal 29 837 euros no novo nível de equipamento base, o Business, essencialmente destinado a frotas. O Ford Kuga continua a pagar classe um nas portagens, recebeu uma frente remodelada, com nova grelha trapezoidal e novos faróis com luzes diurnas LED e novas cores.

 

O novo nível de equipamento intermédio é o Titanium e o novo nível superior é o ST-Line. Ainda mais acima surge o primeiro Ford Kuga Vignale, a nova linha premium da marca Ford, com acabamentos, equipamento e posicionamento de gama a condizer. Neste caso, o mais barato é o Vignale 1.5 EcoBoost (gasolina) de 150 CV, desde 36 474€. O único diesel disponível neste patamar é o 2.0 TDCi nas versões de 150 ou 180 CV. A marca também mexeu no habitáculo do Ford Kuga, aplicando um sistema multimédia Ford SYNC 3 dez vezes mais rápido, com comandos vocais aperfeiçoados, mais funções e compatível com o Applink, Apple Carplay e Android Auto.Fica ainda disponível o sistema de iluminação frontal adaptável dos faróis, abertura elétrica do portão dianteiro do tipo mãos livres, travão de mão elétrico, patilhas no volante para as versões de caixa automática PowerShift, alerta de trânsito na traseira e um sistema de travagem autónoma de emergência que funciona até aos 50 km/h quando antes se ficava pelos 30 km/h.

Partilhar