Ford fez contas ao Hard Brexit. E o resultado não é bom…

Texto: Nuno Fatela
Data: 25 Janeiro, 2019

Falta pouco mais de dois meses para a data de saída do Reino Unido da comunidade europeia e, sem avanços nas negociações, a Ford fez as contas ao impacto do divórcio sem acordo…

Mil milhões de dólares. Este é o astronómico dano que o  ‘hard brexit’ poderá causar à à Ford. O fabricante americano, um dos que tem maior presença nas ilhas britânicas, estudou o que significaria a saída sem acordo, e os números surpreendem devido aos elevados montantes envolvidos. A dolorosa conta iria depender de vários factores, mas ficaria sempre entre os 500.000 milhões de dólares (440 milhões de euros) e os mil milhões de dólares (880 milhões de euros).

 

Entre as questões levantadas por um possível hard brexit estão as tarifas aduaneiras (10% segundo regras da Organização Mundial de Comércio), as quebras na cadeia de fornecimento de componentes (a Aston Martin e BMW até ponderam levar peças por avião) e a possibilidade de despedimentos. No entanto, a Ford diz que está a preparar-se para este cenário que não deseja. “Claramente já estamos a trabalhar na eventualidade de um hard brexit. Esperamos que ele não aconteça, mas vamos esperar.” Estas afirmações foram proferidas pelo máximo responsável financeiro da Ford, Bob Shanks, que na última semana já tinha avisado que uma saída do Reino Unido sem acordo iria ser “catastrófica”.

 

Fonte: Automotive News Europe e mais fontes