Mobieco

Publicidade

Impressionante até no preço! Fisker mostra GT descapotável elétrico Ronin

Texto: Francisco Cruz
Data: 14 de Agosto, 2023

Anunciado recentemente, enquanto parte de uma ofensiva de produto que contempla mais três modelos, a Fisker Inc. divulga agora as primeiras fotos e detalhes daquele que será o modelo topo de gama, o descapotável GT elétrico de cinco lugares Ronin. Mas que só deverá chegar na segunda metade de 2025.

Apresentado durante o último ‘Product Vision Day 2023’ que teve lugar na semana passada, no qual a marca norte-americana mostrou ainda a pickup Alaska e o crossover urbano Pear, o Fisker Ronin anuncia-se, desde já, com um pack de baterias capaz de garantir uma autonomia que o fabricante fixa nos 965 quilómetros. Isto, com cinco ocupantes a bordo.

Ainda sobre este Gran Turismo elétrico, o fabricante fundado pelo designer automóvel Henrik Fisker encara-o como uma espécie de “2 em 1”, já que, afirma, funciona como uma berlina desportiva, quando com o capota colocada, graças também a umas jantes em fibra de carbono de 23 polegadas, para se assumir como um retemperador descapotável, quando sem capota.

LEIA TAMBÉM
Fisker revela quatro elétricos que chegam em…2026!

Ainda sobre a capota em lona, com sistema de accionamento elétrico, a Fisker acrescenta que poderá ser ativada por smartphone, dispondo de um espaço próprio na bagageira, que ainda assim mantém “algum espaço para bagagens”.

No entanto e sempre que for preciso um pouco mais de espaço, existirá uma segunda bagageira, à frente, sob o capot dianteiro.

Quanto ao acesso ao habitáculo, pode ser feito por uma das quatro portas, as traseiras mais curtas, sendo que estas são também as únicas a exibirem trancas.

Assim e para entrarem, os ocupantes podem recorrer à aplicação no smartphone ou tocar nas pegas traseiras, despoletando o processo de abertura das portas dianteiras. As quais, uma vez abertas, “provocam” o destacar das mesmas trancas, sinal de que as traseiras já podem também abrir, segundo um movimento tipo asas de borboleta.

Já no habitáculo, a promessa de um luxo sustentável, capaz de fazer deste modelo “o supercarro mais sustentável do mundo”, além de um ecrã central de 17,1 polegadas e elevada resolução.

Custa… 350 mil euros?!

Referir, ainda, que a Fisker Inc. pretende fabricar apenas 999 unidades deste Ronin, até para poder justificar os cerca de 350 mil euros que pensa vir a pedir por cada automóvel.

Valor que, ainda assim, não deixa de ser surpreendente, já que coloca este GT Cabriolet no mesmo patamar de preços que, por exemplo, o Bentley Continental GTC Mulliner W12, topo de gama de um fabricante histórico.

Quanto às entregas das primeiras unidades, estão previstas para a segunda metade de 2025.