Ferrari F40 Tribute concebe imagem moderna para este ícone

Texto: Nuno Fatela
Data: 12 Novembro, 2018

É sem dúvida um dos mais míticos modelos de sempre da Ferrari, e isso explica a legião de fãs que o F40 foi conquistando. Agora surge uma interpretação moderna da imagem do Ferrari F40 que bem podia dar origem a um hiperdesportivo de exceção…

Nasceu como o mais rápido, mais potente e mais caro Ferrari de sempre. Obviamente que os tempos foram passando e as suas cifras ultrapassadas, mas o Ferrari F40 permanece na mente dos fãs da marca transalpina. Nascido em 1987 para assinalar os 40 anos da companhia de Maranello, ele contava com um V8 2,9l biturbo de 471cv, ele ficará também na história por mais um motivo. Afinal, a apresentação do F40 foi a última a que assistiu o fundador da marca, Enzo Ferrari.

O incrível estilo com as óticas escamoteáveis, a imensa asa traseira e frente extremamente baixa garantiram, a par do V8 biturbo, que a lista de interessados em ter este bólide era bem extensa. E por isso, das 400 unidades previstas inicialmente, a produção cresceu para um total de 1315 unidades entre 1987 e 1992. Mas agora um projeto de um designer, de nome Samir Sadhikov, esteve um ano a trabalhar na sua ideia de um Ferrari F40 nos tempos modernos, apresentando agora um conjunto de esboços da sua visão. É verdade que as óticas escamoteáveis desapareceram,que a frente é claramente diferente (quase igual à do Ferrari 488 Challenge) e que as três saídas de escape na retaguarda rodam 90º para ficar na vertical para este F40 Tribute.

Mas nem todos os traços icónicos desapareceram. Afinal, a imensa asa traseira com pequenas “guelras” nas extremidades continua a estar contemplada, bem como as entradas de ar depois das rodas. São traços que garantem a ligação ao original, mesmo que existem décadas a separar o verdadeiro F40 e este projeto de estilo. No entanto, há que referir que o visual final de Sadhikov é bastante interessante, e que seguramente os designers da Ferrari podem vir buscar a este projeto algumas ideias para futuros modelos…

 

Fonte: Motor1

Partilhar