Nissan Micra 1.0 IG-T N-Sport. As aparências iludem

Texto: Carlos Moura
Data: 22 de Julho, 2021

A Nissan introduziu o novo nível de equipamento N-Sport na gama Micra, que se carateriza por apresentar uma imagem mais desportiva e um equipamento mais completo. A única motorização disponível é a 1.0 IG-T de 92 cv, competente e eficiente… mas não se esperem prestações desportivas! 

Com 1967 unidades comercializadas no ano passado, o Nissan Micra foi o sétimo modelo mais vendido no subsegmento B de berlinas e sedans, onde estão presentes concorrentes como o Renault Clio, o Peugeot 208, o Citroën C3, o Dacia Sandero, o Toyota Yaris ou o Opel Corsa.

A atual geração – a quinta, lançada em 2017 – manteve a plataforma da anterior, mas registou uma enorme evolução em termos de sofisticação e equipamento, com uma dotação invulgar para o segmento, ao que acresce um comportamento dinâmico bastante interessante para um utilitário.

Na mais recente atualização da gama Micra, a Nissan transformou a série especial N-Sport num novo nível de equipamento permanente na gama, que se veio juntar aos graus Visia, Acenta, Tekna e N-Design, este último também novo.

Como sugere a designação, o novo de equipamento oferece apontamentos de cariz desportivo, destacando-se os pára-choques na cor da carroçaria – vermelho Passion, no caso da unidade ensaiada, que é opção -,  as jantes de liga leve pretas de 17 polegadas, as ponteiras de escape cromadas ou a grelha dianteira em cor preta brilhante.

A mesma cor também está presente nos acabamentos traseiros e laterais, assim como as capas dos espelhos retrovisores, rebatíveis eletricamente. Os faróis e as luzes de nevoeiro são integralmente em LED.

INTERIOR

Com um comprimento de 3,99 metros e uma distância entre-eixos de 2,52 metros, o utilitário da Nissan oferece um espaço generoso nos lugares dianteiros. Neste novo nível de equipamento N-Sport, os bancos possuem inserções em Alcantara, material que também está presente no painel de bordo, dando um toque de maior qualidade num habitáculo onde predominam plásticos duros ao toque.

Os bancos possuem um design agradável, contribuindo para a redução da fadiga em viagens mais longas. A posição de condução encontra-se com facilidade, enquanto o volante também tem a espessura adequada para se agarrar com firmeza. Os botões do volante multifunções também têm uma organização lógica em ambos os lados.

LEIA TAMBÉM
Já disponíveis. Nissan Micra recebe novas atualizações para 2021

O painel de instrumentos possui dois mostradores circulares tradicionais, enquanto a meio se encontra um ecrã TFT que oferece as informações disponibilizadas pelo computador de bordo.

A consola central inclui um ecrã tátil para o sistema infoentretenimento e o comando do sistema de ar condicionado que conta com botões físicos. Na parte inferior encontra-se um pequeno compartimento com superfície texturada e entrada USB que permite colocar a maioria dos smartphones. No túnel da transmissão foi instalado o botão de ignição do motor, numa posição que exige alguma habituação. O travão de estacionamento continua a ser mecânico.

Passando aos lugares traseiros, estes são relativamente acanhados, designadamente ao nível do espaço para as pernas, enquanto a altura para a cabeça também não é brilhante.

A menor habitabilidade traseira é compensada por uma bagageira com dimensões bastante aceitáveis, com uma capacidade de 300 litros e que pode ser ampliada até aos 1002 litros, graças ao rebatimento dos assentos traseiros, criando um superfície plana.   

MECÂNICA

No capítulo mecânico, a gama Micra está disponível apenas com um motor sobrealimentado a gasolina de três cilindros e 999 cc, de origem Renault, que desenvolve uma potência de 92 cv às 5000 rpm e um binário máximo de 160 Nm às 2750 rpm. A potência é transmitida às rodas dianteiras através de uma caixa manual de cinco velocidades, precisa e bem escalonada.

Para otimizar o consumo de combustível e as emissões de dióxido de carbono, o motor está associado a um sistema de Start & Stop, que desliga automaticamente o propulsor quando o veículo está parado.

Em termos de prestações, a marca anuncia uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 10,9 segundos e uma velocidade máxima de 184 km/h. O consumo médio em ciclo WLTP é de 5,5 l/100 km e emissões de 133 g/km.

TECNOLOGIA

O Micra N-Sport vem equipado, de série, com um sistema de infoentretenimento com ecrã tátil de sete polegadas que permite a ligação a dispositivos móveis através de Apple CarPlay ou Android.

Com recurso à aplicação Nissan Connect é possível planear a viagem no telefone e depois aceder aos mapas do sistema de navegação no ecrã de sete polegadas.

Será de referir que este sistema de infoentretenimento é simples de utilizar e intuitivo, embora alguns ícones sejam demasiado pequenos para se tocar quando se está em andamento. O grafismo também se revelou algo antiquado face à concorrência.

A dotação de série inclui ainda sensores de estacionamento traseiros, câmara traseira de auxílio ao estacionamento, regulador e limitador da velocidade de cruzeiro, assistência ao arranque em subida, controlo inteligente da carroçaria e da trajetória ou a chave inteligente.

AO VOLANTE

O Micra N-Sport dispõe de bancos confortáveis e a posição de condução ideal encontra-se com facilidade, graças ao ajuste manual dos assentos e do volante. Este último também apresenta uma espessura adequada para as mãos e botões possuem uma disposição lógica em ambos os lados.

Em termos dinâmicos, a conjugação do motor de três cilindros de 999 cc de 92 cv e da caixa manual de cinco velocidades proporciona uma resposta agradável acima das 2500 rpm, mas a baixas rotações obriga ao recurso frequente ao seletor da transmissão.

Apesar da designação N-Sport, este propulsor está longe de oferecer prestações desportivas. Além disso, o motor de três cilindros revelou-se ruidoso a regimes mais elevados, prejudicando o conforto a bordo. Pelo lado positivo há que destacar o consumo de combustível, sendo possível obter valores pouco acima aos anunciados pela marca.

A direção também se revelou leve e precisa, facilitando a condução em ambiente urbano. A suspensão, por seu lado, consegue filtrar com eficácia as imperfeições do piso e os movimentos da carroçaria. O sistema de travagem é progressivo, permitindo uma condução suave em ambiente urbano.

VEREDICTO

Disponível a partir de 17.945 euros, o Micra N-Sport distingue-se por oferecer uma imagem mais desportiva e um nível de equipamento mais completo. O motor 1.0 IG-T de 92 cv não oferece as prestações de um desportivo como sugere a designação desta versão – as aparências iludem – mas revelou-se bastante competente, agradável de utilizar e relativamente económico, sendo possível obter valores reais abaixo de seis litros por cada cem quilómetros percorridos.

 

Gostámos Gostámos

Equipamento

O Micra N-Sport recebeu um nível de equipamento completo, que inclui um avançado sistema de infoentretenimento com conectividade Bluetooth, câmara de visão traseira, chave inteligente ou botão de ignição.   

Imagem desportiva

Os apontamentos exclusivos da versão N-Sport como a frente preta brilhante, as jantes de liga leve, os acabamentos traseiros e laterais ou as proteções dos espelhos retrovisores asseguram uma imagem mais agressiva e desportiva.

Bagageira

Com um volume útil de 300 litros com todos os bancos em posição normal, a capacidade da bagageira é bastante generosa para um utilitário. Se não for suficiente é possível rebater os bancos traseiros e aumentar para capacidade para 1002 litros.

Não Gostámos Não Gostámos

Habitabilidade traseira

A disponibilização de uma elevada habitabilidade dianteira e de uma generosa bagageira teve como reflexo uma diminuição no espaço para as pernas dos ocupantes dos lugares traseiros, já que a distância entre-eixos não “esticou”.

Motor baixos regimes

O motor de três cilindros oferece um comportamento agradável a partir das 2500 rpm, mas a baixos regimes tem mais dificuldade a responder, penalizando as recuperações e obrigando a recorrer com frequência à alavanca da caixa de velocidades.

Caixa cinco velocidades

Para uma versão de reivindica um caráter mais desportivo, é estranho que o Micra N-Sport esteja equipado com uma caixa de cinco velocidades. A opção por uma transmissão de seis relações poderia ter reflexos positivos no consumo.


Nissan Micra 1.0 IG-T N-Sport

Preço 17.945

Motor Gasolina, 999 cc
Potência combinada 92 cv às 5000 rpm
Binário 160 Nm às 2750 rpm
Transmissão Manual, 5 vel.
Peso 1135 kg
Comp./Larg./Alt. 3,99/1,74/1,46 m
Dist. entre eixos 2,52 m
Mala 300 – 1002 l
Desempenho 10,9 0-100 km/h; 184 km/h Vel. Máx.
Consumo 5,5 (5,6) l/100 km
Emissões CO2 133 g/Km

Equipamento
Série: Ar condicionado automático, faróis de activação automática e sensor de chuva, chave inteligente, controlo inteligente da trajetória e da carroçaria, ecrã Nissan Drive Assist de 5”, ecrã tátil de 7”,   câmara de visão traseira + sensores de estacionamento traseiros, Bluetooth e áudio em streaming, jantes de liga leve de 17″