Audi A3 Sportback 35 TFSI S Line. Motorização micro-híbrida em estreia

Texto: Carlos Moura
Data: 6 de Maio, 2022

O Audi A3 Sportback passou a estar disponível com uma motorização micro-híbrida, que combina o conhecido bloco a gasolina de 1,4 litros de 150 cv, uma caixa DSG e um sistema elétrico de 48V. O ambiente continua a ser de um automóvel premium, de dimensões compactas, destacando-se a qualidade de construção, o elevado equipamento e os conteúdos tecnológicos.

Desde o seu lançamento em 1996 que o Audi A3 se tornou numa das referências no segmento dos automóveis premium compactos, tendo sido comercializadas mais de 50 mil unidades no mercado nacional. Para a marca é um dos modelos mais importantes no nosso país, já que representa mais de 25% das vendas.

Lançada em 2020, a quarta geração do Audi A3 perdeu a carroçaria de três portas, passando a gama a estar disponível em versões de quatro e cinco portas, tendo estas últimas recebido a designação Sportback.

Face ao seu antecessor, o Audi A3 Sportback cresceu três centímetros para 4,34 metros, mas a altura de 1,43 metros e a distância entre-eixos de 2,64 metros mantiveram-se inalteradas.

Esteticamente, o A3 Sportback distingue-se pelas proporções compactas associadas às linhas desportivas, com a estética atlética marcada nas vias largas e no perfil lateral com linha de cintura contínua. Igualmente distintiva é a grelha Singleframe, com dimensões superiores e estrutura em favo, realçando o caráter dinâmico deste automóvel premium compacto.

O novo Audi A3 Sportback recebeu inovações herdadas de segmentos superiores como os sistemas de infoentrenimento, suspensão e assistência à condução. Igualmente nova é a motorização a micro-híbrida, associada à unidade a gasolina de 1498 cc com 150 cv.

INTERIOR

O habitáculo do A3 Sportback mereceu uma atenção especial por parte dos responsáveis do centro de estilo da Audi. O painel de bordo foi redesenhado e não é tão conservador como na geração anterior. As superfícies são bastante angulosas e alguns acabamentos possuem materiais a imitar alumínio. A qualidade de construção continua a ser aquela que a Audi nos habituou.

A secção central do painel de bordo está orientada para o condutor, facilitando o acesso aos comandos mais utilizados, enquanto os ecrãs proporcionam uma leitura rápida das informações. Ao contrário do Volkswagen Golf, o A3 tem botões físicos simples para operar os comandos da climatização, os quais estão localizados na parte inferior do painel de bordo.

LEIA TAMBÉM
Novo Audi A3 Sportback. Portugal já tem versões, motores e preços

O painel de bordo é dominado por dois ecrãs digitais, incluindo um de 10,3 polegadas para a instrumentação, e um outro de 10,1 polegadas na consola central para o sistema de infoentretenimento MMI (Multi Media Interface). Em opção está ainda disponível o Head-Up Display que projeta informações relativas à condução no pára-brisas.

As motorizações com caixa de velocidades de dupla embraiagem S tronic possuem uma consola central inferior específica, que se deve à patilha de seleção dos modos de condução.

No que se refere à habitabilidade, esta é generosa para os ocupantes dos lugares da frente, não tanto para aqueles que viajam nos bancos traseiros, especialmente ao nível das pernas e dos joelhos.

Os engenheiros da Audi tiveram de fazer compromissos para combinar um comprimento exterior de 4,34 metros, uma distância entre-eixos de 2,64 metros e uma bagageira com uma capacidade de 380 litros com todos os bancos em posição normal. O assento do meio está mais vocacionado para pequenas deslocações do que propriamente para grandes viagens.

MECÂNICA

Para baixar os consumos e as emissões, a Audi introduziu uma versão com tecnologia micro-híbrida (mild-hybrid) em associação com o motor turbo a gasolina de 1498 cc, que oferece uma potência de 150 cv às 5000 rpm e um binário de 250 Nm às 1500 rpm.

Com recurso a um sistema elétrico de 48V, o sistema micro-híbrido integra uma bateria compacta de iões de lítio que permite armazenar até 12 kW da energia recuperada durante as desacelerações e as travagens. Nalgumas situações, o sistema também permite desligar dois dos quatro cilindros para otimizar a eficiência energética.

A potência é transmitida às rodas dianteiras através de uma caixa de dupla embraiagem de sete velocidades. Em termos de prestações, a Audi anuncia uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 8,4 segundos e uma velocidade máxima de 224 km/h. O consumo médio em ciclo WLTP é de 4,7 l/100 km.

A suspensão do Audi A3 Sportback 35 TFSI é do tipo McPherson com triângulos inferiores no eixo dianteiro, enquanto o traseiro possui um sofisticado sistema independente multibraços. A suspensão desportiva integra o equipamento de série das versões S line e distingue-se por apresentar uma altura ao solo inferior em cerca de 15 mm em comparação com a suspensão de série.

O sistema de direção do Audi A3 conta com assistência variável em função da velocidade, contribuindo para uma elevada precisão, mesmo nas curvas mais rápidas.

TECNOLOGIA

O Audi A3 Sportback recebeu várias tecnologias de ponta, destacando-se o Audi Virtual Cockpit, que se carateriza por apresentar uma instrumentação digital em substituição dos tradicionais mostradores analógicos do conta-rotações e do velocímetro. O sistema é configurável pelo condutor através de comandos no volante multifunções. No caso do Audi A3, o Audi Virtual Cockpit possui um ecrã de 10,25”.

A consola central recebe o sistema de infoentretenimento MMI, cujo ecrã tátil de 10,1” se encontra embutido numa superfície com acabamento em preto brilhante. Nitidez, qualidade dos gráficos e resposta rápida são os principais atributos do ecrã MMI tátil.

Além disso, oferece compatibilidade com Android Auto e AppleCar Play. O sistema de navegação está disponível, mas carece de ativação pelo proprietário do veículo.

Em termos de tecnologias de assistência à condução, a dotação de série inclui os sistemas os sistemas Audi connect emergency & service, com pre sense front, alerta de colisão iminente com função de travagem automática em caso de deteção de veículos, peões e ciclistas) e aviso de saída involuntária da faixa de rodagem com função de intervenção corretiva. O regulador da velocidade de cruzeiro com limitador, ativado por uma pequena alavanca no lado esquerdo do volante, também é de série.

AO VOLANTE

Encontrar a melhor posição de condução atrás do volante não é complicado, graças às várias possibilidades de regulação do assento e do volante. Os pilares finos e as amplas superfícies vidradas garantem uma excelente visibilidade. Os sensores de estacionamento traseiros são de série, mas a câmara traseira só está disponível como opção.

Para iniciar a marcha, basta carregar no botão de ignição e no comando do travão de estacionamento elétrico e depois a patilha do selector do modo de condução. Todos localizados numa consola entre os bancos dianteiros.

O motor 1.5 TFSI revelou-se muito competente e agradável de utilizar. Com uma potência de 150 cv e um binário de 250 Nm, este propulsor oferece uma excelente aceleração, sem ser brusca. O utilizador pode escolher o programa de condução mais adequado em função das suas preferências através do sistema Audi Drive Select, estando disponíveis cinco opções: Efficiency, Confort, Auto, Dynamic e Individual.

O comportamento dinâmico carateriza-se pelo conforto e pela suavidade em autoestrada, assim pela elevada precisão nas curvas mais rápidas, a que se junta um excelente equilíbrio do chassis.

Não obstante as vantagens apregoadas para a tecnologia micro-híbrida, o consumo de combustível real nunca é tão baixo como o anunciado com o computador de bordo a indicar uma média de 6,5 l/100 km durante o ensaio. Mas também é verdade que recupera alguma energia durante as desacelerações e as travagens como pode ser comprovado num ecrã específico painel de instrumentos.

VEREDICTO

Passando ao preço, o Audi A3 Sportback 35 TFSI MhEV S tronic S Line está disponível a partir de 39.467 euros. A inclusão de equipamento opcional, como o presente na unidade ensaiada – pintura metalizada, faróis LED Matrix com assinatura luminosa digital e indicadores dinâmicos de mudança de direção e head-up display – faz elevar o preço final para os 43.227 euros.

Para quem pretende um automóvel compacto premium, com um razoável nível de equipamento, as mais recentes soluções tecnológicas e umas prestações dinâmicas interessantes, o Audi A3 Sportback 35 TFSI MhEV S tronic S Line não deixa de ser uma proposta interessante, atendendo ao que oferece.

 

Gostámos Gostámos

Painel Digital

O Audi Virtual Cockpit, com o seu ecrã digital de 10,25”, oferece uma leitura simples e intuitiva, das informações mais relevantes referentes à condução, ao consumo e também ao funcionamento do sistema micro-híbrido.

Seletor condução

As versões com caixa de velocidades de dupla embraiagem (DSG) contam com uma patilha na consola entre os bancos da frente para selecionar os diferentes modos de condução. Apesar das dimensões reduzidas é simples e intuitiva de utilizar.

Qualidade construção

Num veículo premium, os materiais utilizados são de qualidade, destacando-se as superfícies em preto brilhante na parte central do painel de bordo e do túnel da transmissão, assim como os acabamentos a imitar alumínio no tablier.

Não Gostámos Não Gostámos

Consumo combustível

Apesar de contar com tecnologia micro-híbrida, o motor 1.5 TFSI não é assim tão económico como reivindica a Audi, já que o computador de bordo indicou uma média de 6,5 l/100 km durante o ensaio e em condições normais de utilização.

Habitabilidade traseira

Apesar de não ser propriamente acanhado, o habitáculo também não é particularmente espaçoso para os ocupantes dos bancos traseiros, em especial para os joelhos e as pernas ou a cabeça para quem tem uma estatura mais elevada.

Fichas USB-C

Os alemães esqueceram-se que ainda existem equipamentos eletrónicos que utilizam outros tipos de entradas que não as USB-C que podem ser encontradas na consola central, mas não possibilitam a ligação de outros tipos fichas.

Audi A3 Sportback 35 TFSI MHEV S tronic S Line

Preço 43.227 € (com opcionais)
Motor Gasolina, 1498 cc
Potência 150 cv às 5000 rpm
Binário 250 Nm às 1500 rpm
Transmissão DSG, 7 vel.
Peso 1395 kg
Comp./Larg./Alt. 4,34/1,81/1,45 m
Dist. entre eixos 2,64 m
Mala 380 – 1200 l
Desempenho 8,4 0-100 km/h; 234 km/h Vel. Máx.
Consumo 4,7 (6,5) l/100 km
Emissões CO2 150 g/Km

Equipamento
Série: Espelhos exteriores na cor da carroçaria, travão de estacionamento elétrico, Audi drive select, direção assistida eletromecânica, suspensão dinâmica, faróis LED standard, regulação manual bancos dianteiros, ar condicionado automático com duas zonas de regulação, painel de instrumentos digital de 10,25”, rádio MMI Plus, Audi smartphone interface, Bluetooth interface, sensores de luminosidade e chuva, alerta saída da faixa de rodagem, assistente eletrónico de direção, Audi pre sense front, cruise control com limitador de velocidade programável