Mobieco

DS7 Crossback híbrido revelado

Texto: Nuno Fatela
Data: 25 Setembro, 2018

Anunciado aquando da apresentação do SUV gaulês, surgem agora todas as informações e as fotos do DS7 Crossback E-Tense 4×4. A chegada deste DS7 Crossback híbrido marca o início de uma era em que todos os novos modelos da marca premium francesa serão eletrificados.

O Grupo PSA pode não ter sido um dos primeiros a apostar nos híbridos e elétricos. Mas bem podemos dizer que, agora que anunciou esta intenção, o está a fazer com toda a força. Após ter confirmado a intenção de eletrificar todas as novas propostas das suas quatro marcas (Peugeot, Citroën, DS e Opel) a partir de 2019, começa a mostrar os seus “pontas de lança” nesta estratégia. E, apenas um dia após ter confirmado três híbridos para a marca do leão, surge uma novidade nesta área também no fabricante gaulês para o segmento premium, com a chegada do DS7 Crossback E-Tense 4×4. Que é, aliás, anunciado como o primeiro SUV híbrido premium com motor a gasolina para o segmento C.

DS7 Crossback híbrido

O SUV topo de gama da marca francesa vai recorrer a um motor a gasolina com 200cv e 300Nm (o 1.6 Puretech), apoiado por dois motores elétricos de 110cv. Desta dupla, o propulsor colocado no eixo dianteiro tem um binário de 337Nm, enquanto o da retaguarda debita 166Nm. O resultado desta combinação será uma potência combinada de 300cv e um binário de 450Nm, numa configuração com tração integral, que permite passar dos 0 aos 100km/h em 6,5 segundos. A transmissão será a automática EAT8 otimizada para veículos eletrificados.

 

Ou seja, a base acaba por ser a mesma do Peugeot 3008 Hybrid4 ontem desvendado, surgindo ainda a mesma bateria de 13,2kWh que permite uma autonomia elétrica de 50km, com uma velocidade máxima cifrada nos 135 km/h. Já com o novo ciclo WLTP, o DS7 Crossback híbrido anuncia consumos médios de 2,2l/100km, enquanto os consumos ficam abaixo das 50g/km de CO2. Mas estes valores vão, seguramente, depender do modo de condução escolhido, podendo o condutor optar entre quatro opções.

Entre eles encontram-se o ‘Zero Emission’ (recorrendo apenas aos motores elétricos), o ‘Sport’ (pensado para máxima potência e prazer de condução), o ‘Hybrid’ (faz uma ponderação entre consumos e performances, para emissões mínimas) e ‘4WD’ (com tração às quatro rodas, para garantir eficácia em todos os pisos). Além disso, existem também as funções e-Save, para poupar autonomia elétrica para cumprir entre 10km e 20km do final do seu percurso de viagem (importante, por exemplo, para quem faz viagens em autoestradas, onde gasta mais energia das baterias, antes de se aproximar da sua residência), e Brake, para potenciar a recuperação de energia pelas desacelerações e travagens.

 

Em termos estéticos, existem poucos elementos diferenciadores entre o DS7 Crossback híbrido E-Tense, estando desde logo garantida a manutenção das mesmas áreas interiores e na bagageira. Mas, no exterior, podem-se ver novos elementos como as jantes de 19” em Cristal Grey. A bordo também há traços distintivos, como o símbolo “E” colocado na manete de controlo da caixa de velocidades, um elemento que se inspira no concept DS E-Tense. Este DS7 Crossback híbrido será, provavelmente, a segunda grande novidade da DS no Salão de Paris (a presença deste modelo ainda não foi confirmada pela marca), depois de também ter sido desvendado o novo SUV compacto DS3 Crossback.

 

Partilhar