Publicidade

Já o conduzimos. DS 3 E-Tense renova-se com mais potência e autonomia

Texto: Ricardo Machado
Data: 19 de Janeiro, 2023

O DS 3 E-Tense estreia um motor de 156 cv e uma bateria de 54 kWh capacidade. Nas condições certas promete mais de 400 km de autonomia.

A renovação do DS 3 E-Tense é mais do que um mero restyling. Há retoques ao para-choques e grelha frontal, esculpidos em função de um melhor desempenho aerodinâmico. As óticas LED são de série, com tecnologia DS Matrix LED Vision como opção.

As óticas LED são de série com sistema DS Matrix LED Vision como opção

Na traseira, os farolins são sublinhados por uma barra com a assinatura DS Automobiles. Esta utiliza uma tecnologia específica para incorporar no rebordo as letras em aço inoxidável polido em relevo. O resultado é tão elegante quanto sofisticado.

Primeiro modelo Stellantis com novo motor elétrico de 156 cv

No coração do DS 3 E-Tense trabalha um novo motor elétrico com 156 cv (115 kW) e 260 Nm de binário. Este é alimentado por uma nova bateria de 54 kWh (51 kWh úteis), com 404 km de autonomia WLTP. Em condução urbana a DS avança com mais de 500 km..

A regulação térmica da bateria é assegurada por circulação de líquido e bomba de calor. Para além de permitir carregamentos rápidos, esta tecnologia prolonga a autonomia e a vida útil da bateria.

Interior do DS 3 E-Tense

Capaz de receber até 100 kW de corrente contínua, a bateria pode fazer uma carga completa em meia hora. Com 11 kW de corrente alternada este tempo sobe para as cinco horas e quinze minutos.

Volante novo

Sem diferenças na habitabilidade ou equipamento para as versões com motor de combustão, o D3 E-Tense estreia um volante novo. Este incorpora os comandos anteriormente instalados nos satélites da coluna de direção.

O painel de instrumentos digital de 7’’ pode ser complementado por um head-up display. A informação não essencial para a condução é apresentada no ecrã central de 10,3’’. O sistema operativo DS Iris System garante a navegação conectada e o reconhecimento de voz inteligente.

Painel de instrumentos do DS 3 E-Tense

Distribuindo o peso da bateria entre os bancos dianteiros e o túnel central, o DS 3 E-Tense consegue baixar o centro de gravidade. A altura ao solo acompanha a tendência descendente, sendo 10 mm mais baixa que nos modelos com motor de combustão.

Confortável e refinado

Nada que afete o conforto ou o refinamento. As estradas dos arredores de Valência não foram capazes de romper o filtro que o DS 3 E-Tense cria entre as rodas e o habitáculo.

Perfeito para as deslocações quotidianas, o motor de 156 cv revela alguma falta de faísca nas estradas secundárias. Ainda que disponibilizados de forma instantânea, os 260 Nm de binário ficam um pouco aquém dos valores de alguns concorrentes.

O problema será mais da nossa expetativa perante um automóvel elétrico e não do DS 3 E-Tense. A versão elétrica do DS 3 tem preços desde os 43 150 €. O DS 3 1.2 PureTech de 100 cv começa nos 32 025 €, que sobem para 34 875 € na versão de 130 cv. Com a mesma potência o DS 3 1.5 BlueHDi custa 37 615 €.