Dicas para viajar com crianças este Verão

Texto: Redação
Data: 17 Julho, 2018

Se vai deslocar-se para o local de férias e leva bebés ou crianças consigo, provavelmente já sabe que podem surgir momentos complicados. Para evitar que chegue ao seu destino com um esgotamento nervoso, aqui fica um conjunto de dicas para viajar com crianças a bordo.

“Quero fazer chichi”. “Estou enjoado”. “Já chegámos?”. Estas são algumas das perguntas que os pais temem quando estão em viagem para férias. Porque são momentos que mostram como os mais pequenos já estão fartos da viagem ou exigem uma paragem imediata, para evitar deixar o carro num estado lastimável (por vezes mesmo inabitável) para o resto do trajeto. Os horários e roteiro para as viagens, a forma como o carro deve estar e até a interação com os mais pequenos são algumas áreas a que os papás devem prestar especial atenção antes de se fazer à estrada. Para ajudar nesse planeamento, aqui fica um pequeno conjunto de dicas para viajar com as crianças este Verão…

Utilizar sempre a cadeira adaptada ao tamanho das crianças que transporta. Ter também o cuidado de a instalar corretamente nos locais com sistema de fixação “IsoFix”, seguindo as indicações fornecidas pelos fabricantes das “cadeirinhas”.
Para aqueles que já não são tão pequenos, deve garantir que eles levam sempre o cinto de segurança posto. Por vezes eles podem alegar desconforto, mas a segurança deve vir sempre em primeiro lugar.
Mesmo depois de chegar ao destino de viagem, não baixe a guarda. A maior parte dos acidentes acontece nos trajetos curtos, por exemplo de casa para a praia. A ideia de que “são só 5 minutos, não é preciso cinto de segurança…” é totalmente errada.
Caso não consiga deixar o carro à sombra, deve ligar a climatização e esperar que a temperatura desça antes de levar as crianças para o automóvel. Em alternativa, dar uma lavagem rápida faz com que a temperatura desça…
Verificar a temperatura do carro antes de colocar as crianças a bordo. Ter especial atenção aos tecidos e plásticos das cadeiras, para evitar queimaduras e o desconforto dos pequenos.
Se as crianças vão viajar do “lado do sol”, deve também colocar protetor solar para as proteger e evitar escaldões e outros problemas
Tenha também cuidado com a saída do automóvel. Mais vale aguardar um pouco e ir abrindo as janelas de forma a equiparar a temperatura interior e exterior. Mudanças bruscas do frio para o calor podem resultar em problemas de saúde e… férias estragadas.
Escolha os momentos mais indicados para fazer as viagens, evitando principalmente as horas de maior calor. Se tiver a garantia de que as crianças conseguem dormir e não se preocupar de viajar de noite, talvez essa seja a maior garantia de tranquilidade no trajeto.
Deve fazer paragens constantes, no máximo a cada hora e meia e nunca em distâncias superiores a 150 km.
Deve ter um duplo cuidado: por um lado deve manter a criança hidratada, por outro garantir que ela vai à casa de banho. Isso evita que cinco minutos depois de arrancar venha a famosa frase “Preciso de ir à casa de banho. Quero fazer chichi…”.
Nestes momentos, como em outras situações de stress, deve manter a calma e ser compreensivo com as crianças. Caso contrário o resultado pode ser ainda pior. E além disso, se ficar mais nervoso ou a querer acelerar a chegada, pode optar por uma condução mais perigosa e que pode dar mau resultado.
Além das paragens programadas, convém também que leve alguns alimentos e água fresca a bordo. Nunca se sabe quando vamos encontrar engarrafamentos ou outras situações que obriguem a passar mais tempo na estrada. Por isso, deve ir prevenido.
Caso a criança sofra habitualmente de enjoos, é melhor consultar o pediatra antes de fazer viagens mais longas, pois ela pode fornecer conselhos específicos para garantir o bem-estar dos pequenos.
Deve também adaptar os horários e ementa das refeições antes da partida, para evitar que elas já entrem a bordo com o estômago demasiado cheio e mais propensos a “deitar tudo para fora”
Preparar jogos, as músicas favoritas e outras formas de distrair os mais pequenos. Isto evita que eles entrem em stress e, consequentemente, coloquem os nervos em franja aos pais.
Aqui fica um conselho, se esgotar todas as outras opções. Faça o jogo das “marcas dos carros”, em que cada um escolhe uma marca e depois vão contando os carros para ver quem consegue ver mais carros do emblema escolhido…
Não deixe objetos à solta no automóvel, pois se tiver de fazer uma travagem mais brusca algo pode atingir os pequenos e provocar lesões.
Tenha sempre em atenção que não deve deixar crianças a bordo quando deixa o carro. Mesmo que pense em fazer apenas uma paragem curta. A temperatura pode subir de forma extremamente rápida e isso dar origem a complicações de saúde.
Por esse motivo a Hyundai até vai estrear, no novo Santa Fé, um sistema de alerta para evitar deixar esquecidas pessoas e outros seres vivos nos bancos de trás da viatura.
Deve sempre conduzir com calma e respeito pelas regras de trânsito. Mas ainda mais quando transporta crianças, pois elas são mais vulneráveis e, em caso de acidente, as consequências podem ser muito piores.

Saiba também como preparar o seu automóvel para as férias de Verão.

 

Veja também quais os pontos a que deve prestar mais atenção durante a estação mais quente do ano.

 

Aproveite e saiba também quais as autoestradas mais caras de Portugal.

 

Partilhar