Publicidade

Novo Citroën C3 térmico aposta no preço para “atacar” segmento B

Texto: Carlos Moura
Data: 10 de Abril, 2024

A Citroën revelou a versão térmica da nova geração do C3 que aposta num preço competitivo para se impor no segmento B. Na fase de lançamento estará disponível com um motor a gasolina de 1,2 litros de 100 cv e dois níveis de equipamento: You e Max. Primeiras entregas estão previstas para o verão.

Após o lançamento da versão elétrica do C3, a Citroën revelou a restante gama com motorizações térmicas e vai apostar numa estratégia agressiva de preço para se impor entre as berlinas do segmento B. 

O Citroën C3 térmico vai ser lançado com motor a gasolina 1.2 PureTech com 100 cv e caixa manual de seis velocidades. As primeiras entregas estão previstas para o verão. No final de 2024 passar a estar disponível para encomenda uma motorização com tecnologia híbrida suave de 48V, também com potência de 100 cv, que permite realizar até 50% das deslocações em cidade em modo elétrico.

Segundo a Citroën, a hibridização permite “combinar as vantagens da gasolina e da eletricidade”, com dois motores que funcionam em conjunto ou separadamente, de forma automática e sem intervenção do condutor. 

Hybrid 48V

Baseado na tecnologia Hybrid 48V, é composto por uma bateria de iões de lítio de 48V que se recarrega durante certas fases da condução, um motor a gasolina de três cilindros de 100 cv (75 kW) de nova geração, concebido especificamente para se adaptar a este novo sistema híbrido e acoplado à nova caixa de velocidades eletrificada de dupla embraiagem ë-DCS6 que integra um motor elétrico ë-Motor de 21 kW.

LEIA TAMBÉM
Citroën ë-C3. Chegou o hatchback elétrico de segmento B mais acessível do mercado

O sistema híbrido suave não só garante agradabilidade de condução, graças a um binário de 205 Nm (55 Nm para o motor elétrico) como proporciona uma redução das emissões e do consumo de combustível em cerca de 10% relativamente a uma motorização congénere a gasolina não eletrificada.

Esta versão está certificada com 117 g/km de CO2 no ciclo combinado WLTP. Em acelerações mais fortes, o motor elétrico disponibiliza mais 9 kW (12 cv) de potência.

Prioridade ao conforto

Com um comprimento exterior de 4,01 metros, o Citroën C3 foi projetado para ser prático e ágil em cidade, sendo apenas 1,9 centímetros mais comprido e 10 centímetros mais alto do que a geração que substitui. A altura ao solo passou de 13,5 centímetros para 19,7 centímetros, conferindo a este modelo um aspeto de SUV. Por outro lado, facilita as entradas e saídas, o que constitui um fator de conforto para os utilizadores.

Os automóveis da Citroën ganharam reputação por proporcionarem um elevado conforto aos ocupantes durante as viagens e o novo C3 não quer deixar cair a tradição em saco roto. O novo compacto da marca do “double chevron” recebeu, pela primeira vez, as suspensões com duplo batente hidráulico progressivo, as quais são de série em todas as versões.

Exclusivas da Citroën, as suspensões Citroën Advanced Comfort garantem aos ocupantes uma sensação única de conforto a bordo, sendo utilizados dois batentes em cada canto do veículo, em conjunto com o amortecedor e a mola, um para a compressão e outro para a descompressão (ou ressalto). 

Como complemento ao conforto das suspensões Citroën Advanced Comfort, o novo C3 conta com os bancos Citroën Advanced Comfort, os quais foram redesenhados para o novo C3 com o objetivo de serem ainda mais envolventes e proporcionarem um melhor apoio lateral. Os bancos utilizam espumas adicionais de dupla densidade (+10 mm) para proporcionar uma sensação suave e acolhedora desde o primeiro contacto e um bom apoio independentemente da distância percorrida. 

C-Zen Lounge

O habitáculo do novo Citroën C3 foi projetado para oferecer mais espaço para as pernas, cabeça e conforto. A altura do banco foi aumentada para proporcionar uma posição de condução mais elevada.

A secção dianteira do habitáculo foi projetada para ser simples e não de estranhar que o painel de bordo tenha um tratamento minimalista e uma orientação horizontal para reforçar a sensação de largura. 

O painel de instrumentos encontra-se dividido em dois níveis distintos, com os elementos técnicos na parte superior e uma secção confortável envolta em tecido, denominada “Sofa Design” por se inspirar na suavidade e no toque dos sofás, na sua parte inferior. 

O novo C3 é disponibilizado em dois níveis de informação e comunicação que visam facilitar o acesso rápidos às funções inteligentes e úteis de que os clientes necessitam para se deslocarem facilmente e viverem a sua vida conectada com facilidade:2 e  Smartphone Station e Navegação 3D com ecrã de 10”, que são de série nas versões “You” e “Max” respetivamente.

You e Max

O novo C3 vai ser comercializado em dois níveis de equipamento. A versão de entrada é o “You”, cuja dotação de série integra faróis LED, suspensão Citroën Advanced Comfort®, Active Safety Brake (sistema de travagem de emergência), o novo Citroën Head Up Display, Smartphone Station para infotainment, espelhos elétricos, iluminação automática, ajuda ao estacionamento traseiro, spoiler traseiro, regulador da velocidade de cruzeiro, ar condicionado manual e seis airbags. O preço começa nos 14 990 euros.

Mais completo é o nível de equipamento “Max” que acrescenta a pintura da carroçaria em dois tons, com um tejadilho contrastante, barras de tejadilho decorativas, placas de proteção dianteiras e traseiras, jantes de liga leve de 17 polegadas, com acabamento diamantado, luzes traseiras LED e vidros traseiros escurecidos. 

No interior do C3 “Max”, os ocupantes poderão usufruir de um ecrã tátil a cores de 10,25 polegadas que dá acesso a um sistema de infotainment de última geração e navegação 3D, bancos Citroën Advanced Comfort® em tecido TEP/Cinza Metropolitano, uma segunda fila de bancos rebatíveis 60/40.

A dotação de série inclui ainda ar condicionado automático, carregamento wireless, câmara de marcha-atrás, espelho retrovisor electrocrómico e vidros traseiros elétricos, espelhos retrovisores exteriores rebatíveis e aquecidos eletricamente, limpa para-brisas automático e faróis médios e máximos de comutação automática. Esta versão mais equipada tem um preço de venda ao público a partir de 19 200 euros.