Publicidade

De 2009 a 2019. Citroën C3 e DS 3 convocados para substituir airbags

Texto: Francisco Cruz
Data: 17 de Maio, 2024

Resultado, ainda, do escândalo envolvendo os airbags da japonesa Takata, a Stellantis confirmou já as notícias segundo as quais, os modelos Citroën C3 e DS 3, fabricados entre 2009 e 2019, vão ter passar pelas oficinas, para substituição deste componente. Só em Portugal, o problema abrange 15.000 carros.

O problema, que tem vindo a afetar vários fabricantes automóveis e marcas desde 2020, reside nos insufladores de airbag da Takata, cujas propriedade químicas correm o risco de deteriorar-se ao longo do tempo e, em particular,, quanto expostos, de forma consistente, a condições climáticas quentes e húmidas. Como as registadas em regiões e países da Europa, África e Médio Oriente, incluindo, Portugal.

DS 3 Cabrio 2015

Assim e com o objectivo de garantir a “segurança e bem-estar dos seus clientes”, duas das marcas da Stellantis, a Citroën e a DS, que instalaram estes equipamentos, respectivamente, nos modelos C3 e DS 3, fabricados entre 2009 e 2019, estão agora a pedir aos proprietários dos mesmos para “deixarem de conduzir esses veículos com efeitos imediatos e acederem ao website https://www.citroen.pt/manutencao/campanhas.html“, para aí obterem informações “sobre a reparação adequada e as opções de mobilidade alternativas disponíveis”.

Caso tenha já recebido em casa uma carta registada, enviada pela Automóveis Citroën e DS Portugal, também poderá obter informações, fazendo o scan do código QR que consta da mesma.

LEIA TAMBÉM
Primeiras imagens! Citroën reinventa radicalmente o C3 Aircross

Garantindo que, tanto as duas marcas, como os reparadores autorizados, estão “preparados para solucionar estes casos da forma mais rápida e com menos transtorno para os clientes”, a Stellantis avança, ainda, que, a intervenção prevista para resolução do problema “tem a duração prevista de 2 horas”. Com o fabricante a garantir, igualmente, que, “quer a reparação, quer a alternativa de mobilidade, serão asseguradas sem custos para os clientes”.

15.000 só em Portugal

Embora tratando de um problema que afecta, de forma ainda mais abrangente, outras latitudes, só em Portugal, este recall deverá levar cerca de 15.000 veículos às oficinas das duas marcas, refere o comunicado oficial.

No entanto, a Automóveis Citroën e DS Portugal também esclarece que, até ao momento, foram já reparados 2.500 veículos.

Citroën C3 de 2015
Citroën C3 de 2015

Assim e no caso possua um Citroën C3 ou um DS 3, com data de fabrico entre 2009 e 2019, pedimos-lhe que não demore mais e contacte, de imediato, a marca ou um reparador autorizado, para que a intervenção seja feita o mais breve possível. Não só pela sua Saúde, mas também dos seus…