Chevrolet permitiu recorde ao 911 GT3 RS. Saiba como

Texto: Miguel Policarpo
Data: 9 Maio, 2018

Esta história é um exemplo máximo de como adversários não significa inimigos. O recorde do Porsche 911 GT3 RS em Nurburgring contou com o inesperado apoio da Chevrolet.

A rivalidade pode ter espaço para episódios curiosos que mostram como, por vezes, não custa ajudar, nem que seja apenas permitir alguém a fazer algo. Foi o que se sucedeu em Nurburgring, quando a Porsche se deslocou ao “inferno verde” para testar a nova geração do GT3 RS e tentar estabelecer (o que posteriormente se verificou) um novo recorde. Acontece que para esse dia a Chevrolet tinha reservado o circuito para testar o Corvette ZR1.

“Fomos até lá, praticamente os primeiros a chegar à pista, com um oficial e dois contadores de tempo”, explicou Oliver Berge, Gerente de Produto da Porsche GT ao Motormouth. “A maioria dos engenheiros aqui conhecem-se porque estão sempre a treinar em Nurburgring e há uma verdadeira camaradagem entre eles, uma atmosfera agradável”, diz o responsável. Perante a situação, a General Motors, consórcio a que pertence a Chevrolet, disponibilizou uma hora do seu tempo de reserva para usufruto do circuito de Nurburgring por uma hora.

Leia também: BMW M congratula Mercedes-AMG… com donut!

O resto é história. A Porsche estabeleceu o recorde e nem sequer precisou de utilizar integralmente os 60 minutos disponíveis. “A primeira coisa que o meu chefe disse foi ‘Já podemos parar, alcançámos o objetivo”, revela Berg. “Os rapazes da Corvette ficaram sem reação, de queixo no chão. Não esperavam que o fizéssemos na primeira volta”.

Pode alguém dizer que se não fosse naquele dia seria noutro. Muito provavelmente seria assim, mas notável esta atitude da Chevrolet. Adversários nem sempre significa inimigos…

Partilhar