Chegou o novo Peugeot 208…

Texto: Nuno Fatela
Data: 25 Fevereiro, 2019

… e foi confirmada a estreia mundial do Peugeot 208 elétrico, o e-208!

A grande novidade da Peugeot para o Salão de Genebra foi finalmente revelada oficialmente. Depois das fotos que começaram a circular pela internet na passada sexta-feira, e que lhe apresentámos no nosso site, ficam agora confirmadas as mudanças estéticas introduzidas. E não só, também as alterações na mecânica, pois pela primeira vez vai estar no mercado um Peugeot 208 elétrico.

Tudo começa pela base…

Uma das principais alterações no Peugeot 208… é algo que não se vê. Trata-se da nova plataforma CMP, que vem substituir a PF1 que foi utilizada na anterior geração e também no antecessor 207. E são várias as vantagens apontadas a esta nova base, desde logo pela redução do peso em 30kg. A isto junta-se o facto de estar já preparada para a eletrificação e para acomodar sistemas de assistência ao condutor mais avançados, como poderá ler no resto do artigo. A maior suavidade de rolamento, com menos ruídos sentidos pelos passageiros, é outro benefício que não se pode ignorar.

 

e-208 é mesmo um 208 elétrico

A maior novidade do 208 é, obviamente, a introdução de uma versão 100% elétrica na gama. Trata-se do Peugeot e-208, que recorre a um motor elétrico com 100kW (136cv) e 260Nm. Alimentado por um pack de baterias de 50kWh colocado sob o piso do automóvel (evitando a redução da capacidade da bagageira), o modelo consegue cumprir  340km, num teste de homologação sobre o novo ciclo WLTP. De referir que esta bateria terá garantia de 8 anos ou 160.000km e, com carga rápida a 100kW, consegue atingir 80% da capacidade da bateria em 30 minutos.

O Peugeot e-208 poderá ser guiado em três modos de condução distintos. Tratam-se do Eco, Normal e Sport, sendo neste último que se conseguem os melhores registos para a aceleração: 8,1 segundos nos 0-100km/h. Em termos mecânicos, merece também destaque a forma como funciona o acelerador, já que ele pode ser utilizado para dosear tanto as acelerações como as desacelerações, dependendo da pressão exercida (fonte: km77.com). Outra das novidades do Peugeot 208 elétrico é a existência de serviços exclusivos para este modelo, destinados a potenciar a mobilidade (como o planificador de rotas) ou para encontrar mais facilmente os pontos de carga.

 

As opções a combustão

Continuam a estar disponíveis quatro motores a combustão para o Peugeot 208, com um trio de potências extraídas do gasolina 1.2 Puretech de três cilindros (75cv, 100cv e 130cv), e ainda com o Diesel quatro cilindros 1.5 BlueHDi de 100cv. Este último pode surgir com caixa automática EAT8 (oito velocidades) ou com a manual de seis relações. Esta é a mesma configuração disponível para o Puretech 100, enquanto o motor mais potente da gama, o Puretech 130, apenas pode surgir com caixa automática. Para o motor a gasolina de 75 cv apenas existe caixa manual de cinco velocidades.

Continuidade na estética

Tal como aconteceu com o seu maior rival, o Renault Clio, também no Peugeot 208 verificamos que a marca optou por estilizar ainda mais as linhas da anterior geração, ao invés de fazer uma revolução estética. Assim, continua a ser muito fácil reconhecer o best-seller da marca do leão em Portugal. Quanto aos níveis de equipamento, será possível optar entre o Like, o Active, o Allure, o GT Line e o GT. Para os dois últimos um conjunto de acabamentos em preto lacado, assinatura luminosa das três garras em LED, jantes de 17” diamantadas e acabamentos exclusivos para o habitáculo.

 

Existem três novas cores disponíveis, que são o Faro Yellow metalizado e Vertigo Blue das fotos, e o Elixir Red enverinizado. Para o visual do Peugeot e-208 existem algumas especificidades estéticas, como os logos específicos, um símbolo do leão que muda de cor consoante o ângulo de que seja visto, e ainda um para-choques na mesma cor da carroçaria.

 

i-Cockpit ainda mais evoluído

Existem algo que praticamente todos os clientes dos novos Peugeot elogiam. Falamos do i-Cockpit, o conceito de habitáculo da marca, marcado por elementos como o volante de pequenas dimensões, os painéis digitais e ainda as teclas em “piano” logo abaixo do infotainment. Este estilo para o interior surge ainda mais evoluído no novo Peugeot 208. De referir ainda que para o touchscreen central existem opções de 7” ou 10” (consoante o nível de equipamento), e a intrumentação digital apresenta as informações num formato de holograma. Existe ainda a bordo a iluminação ambiente, que permite optar entre oito cores. A terminar, as fotos mostram também um estilo bem diferente a zona do tablier na frente do passageiro, com uma superfície plana, o que demonstra a forma como a marca gaulesa procurou potenciar as áreas interiores.

O leão caça em grupo…

Como na savana existem outros leões para comunicar e apoiar cada membro do grupo, também na selva do trânsito o condutor do novo Peugeot 208 não se vai sentir sozinho e sem ajuda. Porque são múltiplas as assistências de condução que evoluem ou são introduzidas no compacto francês. O Cruise Control, por exemplo, passa a ser adaptativo e a conseguir até parar o carro e voltar a colocá-lo em andamento. E pode trabalhar em conjunto com o Lane Assist. Entre a vasta  oferta de sistemas existentes, destaque ainda para o estacionamento autónomo, travagem de emergência até 140 km/h (capaz de reconhecer peões e ciclistas, mesmo de noite) e ainda a comutação automática das luzes.

 

Chegada ao mercado

Para terminar, faltava apenas dizer quando chegará o novo Peugeot 208. Com a sua estreia mundial agendada para o Salão de Genebra, que abre portas na próxima semana, este best-seller gaulês estará no mercado durante o próximo Outono.

 

Artigo atualizado a 25.02.2019, pelas 15.08H. Nova informação: O Peugeot 208 chega ao mercado no Outono, e não no próximo Verão. E, além disso, não conta com um head-up display e é o para-choques que é da cor da carroçaria no e-208 (ao invés de parte da grelha, como referido), dois lapsos que surgiram de erros na tradução da informação em inglês. 

Partilhar