Carros autónomos já testam os pneus da Continental

Texto: Nuno Fatela
Data: 11 Fevereiro, 2019

Este é um novo procedimento que, segundo a Continental, traz duas grandes vantagens, pois os testes a pneus com veículos autónomos permitem replicar de forma mais eficaz os procedimentos e obter resultados mais conclusivos.

A Continental anunciou que as suas pistas de testes a pneus estão já adaptadas para implementar um pioneiro conjunto de avaliações, e que passa pelo recurso aos veículos autónomos para essas provas. Os testes a pneus com veículos autónomos vão, segundo a empresa germânica, garantir que os procedimentos podem ser replicados de forma exacta, e garantir que as diferenças nos resultados derivam das próprias diferenças nos pneus e não em discrepâncias nos vários passos dos ensaios.

Os automóveis usados nestes testes a pneus com veículos autónomos surgem preparados com os softwares “Cruising Chauffeur” da própria Continental. Thomas Sych, responsável pelas instalações para provas de Uvalde, nos Estados Unidos, explica que estas mudanças vão ajudar a criar padrões de avaliação “a uma tal extensão que conseguimos identificar mesmo as mais pequenas diferenças nos pneus”. O que significa que as melhorias proporcionadas por inovações como novos compostos de borracha podem ser aferidas com maior exactidão. Porque, explica Sych, ao reproduzir de forma exacta o teste obtém-se a garantia de que “as diferenças nos testes são causadas pelos pneus e não pelo procedimento”. Outras vantagens são menos gastos com a manutenção das pistas, pois o desgaste das mesmas é menor.

Partilhar