Publicidade

E se a BMW fizesse um M2 elétrico?


Data: 28 de Agosto, 2017

 

O BMW M2 é um dos veículos mais desejados para alguém com um orçamento limitado. Isto é, para todos aqueles em que os constrangimentos financeiros os tornam incapazes de chegar ao M3, M4 ou M5 mas que, mesmo tendo esse montante disponível, reconhecem que a porta de entrada no universo M é talvez ainda mais divertida do que os irmãos maiores no cenário certo, nomeadamente uma estrada repleta de curvas e contra-curvas fechadas.

Se é verdade que a tração traseira continua a ser um dos melhores argumentos de (quase) todos os BMW, com 370 cv e 465 Nm, o M2 leva-a ao extremo. Mas e se no lugar do motor de combustão estivesse um pacote de baterias e um motor elétrico? Foi o que pensou David Olivares, um designer mexicano apaixonado por automóveis e pela BMW, que combinou os universos M e i da marca da Baviera.

Veja também: BMW Z4 Concept, agora em vídeo!

Descreve o iM2 como “um carro feito para o futuro entusiasta pela condução desportiva, conjugando utilizador e máquina para a melhor experiência possível por intermédio de um enorme controlo do carro”. O mexicano acrescenta: “Esta série preencheria o vazia atualmente existente na gama BMW. Sacrifica o luxo, a velocidade máxima e a autonomia em favor de uma enorme aceleração, equilíbrio e preço competitivo”.

Uma declaração interessante num momento em que a BMW recua na produção de carros 100% elétricos em favor de soluções plug-in híbridas que serão utilizadas nas principais marcas do Grupo, nomeadamente a Mini e a BMW.