Publicidade

Bernie Ecclestone deixa liderança da F1

Texto: Nuno Fatela
Data: 24 de Janeiro, 2017

A saída deriva da venda da Fórmula 1 aos americanos da Liberty Media.

Bernie Ecclestone confirmou que deixou de ser o Diretor Executivo da Fórmula 1, afirmando em declarações ao meio de comunicação social germânico Auto Motor und Sport que “Agora é oficial. Deixei de ser o líder da empresa”. Após ter mesmo participado como piloto no já longínquo ano de 1958, Bernie Ecclestone foi o responsável máximo pelo Grande Circo nos últimos 39 anos, ficando para sempre associado à história do desporto motorizado pelo seu caráter visionário, como demonstrado pela venda dos direitos televisivos deste campeonato mundial durante a década de 1970. Sendo indubitavelmente uma figura de proa da Fórmula 1, será agora Chase Carey (Vice-Presidente da 21st Century Fox) a ter a importante tarefa de substituir Bernie, que fica com o título de Presidente Emérito, com a função de aconselhar a nova administração da Fórmula 1. Bernie Ecclestone também vendeu os últimos 5% das ações que detinha da Fórmula 1, num negócio que lhe terá rendido perto de 2,8 mil milhões de euros.