AutoEuropa pode parar… por falta de espaço para os carros

Texto: Redação
Data: 13 Dezembro, 2018

Segundo avançam diversos meios de comunicação social, os mais de 22.000 carros à espera de ser exportados podem forçar a suspensão da produção

Com os problemas para exportar os carros a não terem solução, a AutoEuropa pode ser obrigada a suspender a produção temporariamente. Segundo avançou o DN, recorrendo a informações do Dinheiro Vivo, estava já prevista a paragem das unidades de produção entre 22 de dezembro e 4 de janeiro por escassez de motores a gasolina, mas agora um outra situação pode agravar o problema e obrigar a um encerramento mais prolongado.

 

A greve dos estivadores, que tem impossibilitado a saída dos T-Roc fabricados na AutoEuropa, obrigou a marca a encontrar vários locais para armazenar as viaturas. Mas o próprio Porto de Setúbal, a Base Aérea do Montijo e um terceiro espaço estarão já lotados com 22.000 viaturas. O que significa que, se não for encontrada forma de exportar os carros ou outro local para os guardar, as linhas de produção podem mesmo parar, avança o DN no seu site, partindo das informações antes avançadas pela RTP e pelo Dinheiro Vivo. É ainda referido que os 5900 trabalhadores da fábrica até já foram alertados para essa possibilidade.

 

Fonte: DN