Mobieco

Publicidade

Auto Sueco apresentou Volvo FL Electric em Portugal

Texto: Carlos Moura
Data: 7 de Setembro, 2021

A Auto Sueco apresentou oficialmente o novo Volvo FL Electric no mercado nacional e deu a conhecer a estratégia da Volvo Trucks até 2050, que passa pela diminuição das emissões de dióxido de carbono e mesmo pela neutralidade carbónica.

Num evento realizado no Autódromo do Estoril, a Auto Sueco aproveitou não só para lançar o primeiro camião elétrico da Volvo Trucks, mas também para divulgar a estratégia da marca sueca, que aposta em soluções elétricas para distribuição urbana e para recolha de resíduos sólidos urbanos.

A estratégia da Volvo Trucks foi delineada para cumprir o Regulamento Europeu de Dióxido de Carbono e Consumo de Combustível, que entrou em vigor em 2019 e obriga a indústria automóvel a respeitar normas exigentes, incorrendo em pesadas multas em caso de infração. 

O quadro legal vigente prevê uma redução de 15% e 30% nas emissões médias de dióxido de carbono até 2025 e 2030, respetivamente, face a 2019. Para se atingirem essas metas, os fabricantes terão de melhorar a eficiência das soluções já existentes e apostar em energias alternativas como o gás natural veicular, que já oferece uma diminuição mínima de 20% nas emissões, ou elétricas, a bateria ou célula de combustível.

A Volvo Trucks decidiu ir ainda mais longe no seu compromisso de redução das emissões de dióxido de carbono, tendo anunciado uma diminuição de 50% até 2030 e de 100% até 2040. Para 2050, o objetivo é de neutralidade carbónica.

Volvo FL Electric 4×2

Em termos de vendas, os camiões eletrificados devem representar 45% do total em 2030 e os totalmente elétricos cerca de 35%.

Volvo FL Electric no Estoril

Na transição gradual dos motores de combustão para elétricos, a Volvo Trucks está a desenvolver soluções específicas para cada tipo de transporte. Os primeiros produtos, que já se encontram em operação em alguns países europeus, destinam-se a distribuição urbana e à recolha de resíduos sólidos, sendo propostos com pesos brutos de 16 toneladas e 27 toneladas. 

No Autódromo do Estoril foi possível fazer um breve contacto com o Volvo FL Electric, um camião de dois eixos, com cabina curta, equipado com um motor elétrico que desenvolve uma potência de pico de 200 kW e nominal de 165 kW.

Em função das necessidades operacionais, o Volvo FL Electric pode receber uma bateria de iões de lítio com quatro ou seis módulos, disponibilizando uma autonomia de até 300 quilómetros. O tempo de carregamento é inferior a uma hora em modo rápido na versão de quatro módulos ou de 6,5 horas em modo normal, enquanto na versão de seis módulos é possível recuperar a capacidade total em 90 minutos ou 10,5 horas, respetivamente.

As baterias estão localizadas nas partes laterais do chassis e a linha motriz elétrica, constituída pelo motor elétrico e por uma caixa de duas velocidades, encontra-se junto ao eixo traseiro.

Volvo FE Electric

Além do Volvo FL Electric, a Volvo Trucks também já comercializa o Volvo FE Electric, com três eixos, peso bruto de 27 toneladas. Este veículo está vocacionado para transportes urbanos mais exigentes como recolha de resíduos, construção ligeira e distribuição. Os motores elétricos desenvolvem uma potência de 400 kW em pico ou 330 kW em contínuo, que é alimentado por uma bateria de iões de lítio com quatro módulos. A autonomia anunciada é de 120 quilómetros para recolha de resíduos e construção ligeira ou 200 quilómetros para distribuição. 

LEIA TAMBÉM
Hidrogénio. Daimler Truck e Volvo Group criam joint-venture “cellcentric”

As superestruturas do Volvo FL Electric e FE Electric serão elétricas, existindo um interface para fazer a ligação às baterias do veículo.

A oferta da Volvo Trucks será complementada com o lançamento do Volvo FM Electric, FMX Electric, FH Electric e VNR Electric, este último para o mercado norte-americano.