Publicidade

Audi Q5 Sportback é a versão “coupé” do Q5 e chega em 2021

Texto: Redação
Data: 26 de Setembro, 2020

A Audi vai complementar a sua gama Q5 com a versão de traseira descaída ao estilo “coupé”, o Sportback, que chega na primavera de 2021.

Com o chassis e motores da atual gama Audi Q5, a versão Sportback acrescenta estilo e atitude desportiva. Constitui mais uma hipótese de escolha dentro da gama de SUV de dimensão média da Audi.

Destina-se a quem gosta de vestir uma “roupa com rodas” mais vocacionada para a dinâmica. Isto sem abdicar da posição dominante proporcionada pela estatura de um SUV nem da qualidade de condução e níveis de conforto associados aos modelos da Audi.

Uma cara diferente

“A frente é a cara do carro”, disse Andreas Pollex, o chefe do Design exterior, durante a apresentação “on line” do novo produto. “É aqui que melhor se distingue o Sportback do Q5 normal”, afirma.

Uma nova grelha, mais ampla, com um sofisticado padrão rendilhado marca a zona frontal deste Q5 de traseira descaída. A par das grandes entradas de ar dos extremos do para-choques.

De perfil o modelo exibido mostrava grandes rodas com jantes de 21 polegadas na cor titânio mate. Uma boa conjugação com a tonalidade azul da carroçaria desta unidade S Line.

A linha de tejadilho mostra uma curva descendente na direção da traseira, onde foi aplicado um longo mas discreto aileron.

Faróis OLED

Na traseira encontramos um para-choques de formato diferente, mas a diferença mais notória está nos farolins. Têm tecnologia LED orgânica (OLED), cujo grafismo e intensidade podem ser configurados ou variar consoante as situações de condução.

Habitáculo ultra… moderno

Por dentro predominam as linhas horizontais e está disponível um novo pacote de iluminação ambiente. Vários traços de luz, por exemplo nas portas e no tablier, marcam o ambiente interior.

O habitáculo do Q5 Sportback exibe os níveis de qualidade que são de esperar de um Audi, com ecrãs de grandes dimensões totalmente configuráveis
O habitáculo do Q5 Sportback exibe os níveis de qualidade que são de esperar de um Audi, com ecrãs de grandes dimensões totalmente configuráveis

A bagageira proporciona uma volumetria que pode chegar aos 1400 litros com os bancos reclinados (até ao teto). Não falta portanto espaço para bagagem.

A responsável Michaella Benz mostrou-nos os detalhes do ecrã central, que pode concentrar todos os comandos do carro. Também reconhece escrita manual e pode ser configurado. O mesmo se passa com o grande ecrã de instrumentação. Permitem buscas no Google através da ligação à internet.

Suspensão regulável

O chassis do Q5 Sportback pode incluir suspensão pneumática de altura variável consoante o modo de condução. Também dá para rebaixar a traseira para facilitar o carregamento da bagagem. E ainda possível aumentar a distância ao solo em 45 mm no modo “off road”, para atravessar caminhos menos planos.

LEIA TAMBÉM
Audi Q5 recebe atualização

Os motores disponíveis envolvem propostas Diesel TDi de 2.0 litros mild-hybrid (com caixa automática de 7 velocidades e dupla embraiagem) ou um 3.0 V6. Também haverá duas versões do quatro cilindros a gasolina TFSi. Mais tarde chegará um híbrido plug-in TFSI-e, assim como o desportivo SQ5.

O sistema híbrido (de 12 volts) do TDi é constituído por um alternador de arranque por correia. Incorpora uma bateria de lítio que ajuda nas acelerações. Pode desempenhar a função “coasting” (roda livre) desligando o motor de combustão em certas situações.

As versões mais potentes estarão equipadas com o sistema de tração integral quattro. O Diesel de acesso apenas terá tração dianteira.

Este rival do BMW X4 e do Mercedes GLC Coupé é feito no México para todo o Mundo.