Mobieco

Publicidade

Para 2024. Futuro Audi A4 vai ter versões e-tron e RS PHEV e EV

Texto: Francisco Cruz
Data: 25 de Maio, 2021

Com apresentação prevista para 2023, a próxima geração Audi A4 estreará, como versão de topo, uma versão RS de quatro rodas motrizes, com dois tipos distintos de motorização: 100% elétrica e híbrida plug-in. Cada uma delas com plataforma específica e a servir de base, igualmente, a uma versão A4 e-tron. Sendo que as novidades não ficam por aqui…

A informação é revelada, esta terça-feira, pelo site britânico Autocar, citando como fonte, elementos não identificados da Audi.

Segundo estas fontes, o futuro Audi A4 continuará a ser proposto, tanto na variante sedan, como carrinha (Avant), ambas tendo por base uma variante modificada da já conhecida plataforma MLB. E que já serve muitos outros modelos do grupo Volkswagen.

Igualmente intocada, manter-se-á a aposta numa extensa oferta em termos de motorizações, não só exclusivamente a gasolina e Diesel, como também com preocupações mais ecológicas, como é o caso dos Mild Hybrid, Híbridos Plug-in e até 100% Elétricos. Motorizações que serão conjugadas, tanto com sistemas de tracção apenas dianteira, como com solução de quatro rodas motrizes.

Até aqui apenas com motor de combustão, a próxima RS4 vai receber ajuda… elétrica

Aliás e segundo as mesmas fontes, ouvidas pela Autocar, a eletrificação será outra tendência a abranger toda a futura gama A4, chegando, inclusivamente, ao sucessor daquela que é a versão de topo mais desportiva, RS4. A qual, na próxima geração, deverá manter o atual V6 2.0 Twin-Turbo, embora já com apoio elétrico, a garantir um aumento de potência e binário acima dos 450 cv e 601 Nm que oferece atualmente.

LEIA TAMBÉM
A apostar no estilo. Audi A4, A5, Q7 e Q8 vestem-se de negro

A4 e-tron (também) a caminho

Aliás, em desenvolvimento está, também, um novo A4 e-tron, com o qual a marca dos quatro anéis pretende fazer frente, não somente à Tesla e ao seu Model 3, como também a vizinha BMW e ao seu i4. Sendo que, o modelo de Ingolstadt, terá por base a arquitectura PPE – Premium Platform Electric, desenvolvida em conjunto pela Audi e a pela Porsche.

Essa mesma plataforma servirá, ainda, de base, aos futuros Q6 e-tron e A6 e-tron, este último recentemente revelado na forma de concept, assim como à segunda geração, também eletrificada, do Porsche Macan. Elétricos que, ainda assim, serão propostos, lado-a-lado, com versões impulsionadas por blocos exclusivamente a gasolina e Diesel, entre os quais, a quinta geração do quatro cilindros 2.0 litros a gasolina (EA888), bloco desenvolvido pela Audi e estreado em 2008, que a marca se prepara para, mais uma vez, atualizar, de forma a que possa cumprir a futura e exigente norma Euro 7.

O Audi A6 e-tron é um dos futuros modelos a recorrer à plataforma para veículos elétricos PPE

De resto e a contribuir, igualmente, para o esforço de combate às emissões, a opção pela conjugação da oferta de motores, apenas e só, com caixa automática de dupla embraiagem e sete velocidades, ou, então, com solução também automática de oito velocidade e conversor de binário. As únicas que, no entender do construtor, conseguem garantir o máximo de eficiência, em termos de emissões.

A ambicionar 100 km de autonomia elétrica

Ainda sobre o futuro A4 e-tron, a revista britânica acrescenta que crescerá um pouco em termos de dimensões, procurando manter, ao mesmo tempo, uma estética muito próxima à das versões com motores de combustão. Diferindo, apenas, em pormenores, como a grelha frontal, totalmente fechada, além de outros elementos de design, os quais visarão melhorar, igualmente, a eficiência aerodinâmica.

Já em termos de perfil, o modelo deverá adoptar um design semelhante ao do atual A5, ou seja, com uma traseira estilo liftback.

Hoje em dia sem versão e-tron, o A4 vai beneficiar, na próxima geração, também de motorizações Mild Hybrid e PHEV

Sobre a componente técnica, a Autocar avança que o próximo A4 deverá ter uma estrutura traseira redesenhada, desde logo, para poder acomodar uma bateria de iões de lítio de 14,4kWh. A mesma utilizada pelas atuais versões PHEV do Q5, A6 e A7, assim como pelo Porsche Cayenne E-Hybrid e Porsche Panamera E-Hybrid.

Graças a esta solução, o modelo deverá conseguir garantir uma autonomia em modo 100% elétrico a rondar os 72 quilómetros, embora o objectivo da Audi seja chegar aos 100 km, até para que o modelo possa rivalizar com o Mercedes-Benz Classe C.

Para 2024

O A4 e-tron deverá ser comercializado, tanto com duas, como quatro rodas motrizes (versão quattro, dois motores elétricos), apresentando, como versão topo de gama, o já referido RS4. Proposta que contará com o toque da divisão de competição da marca, a Audi Sport, e graças à qual deverá anunciar uma potência a rondar os 475 cv, além de um binário máximo na ordem dos 800 Nm.

A versão elétrica do futuro A4 só deverá, no entanto, chegar ao mercado, em 2024.