Aquaplaning: como evitar este perigo

Texto: Nuno Fatela
Data: 24 Novembro, 2017

Parece que (finalmente) está a chegar a chuva, um bem necessário para áreas como a agricultura e até, nesta fase mais crítica, para a rede de abastecimento pública em algumas zonas do país. Mas, para quem tem de pegar no carro, significa perigos acrescidos. Veja agora como acontece o aquaplaning e como evitar este perigo.

Água na estrada é sinónimo de problemas acrescidos e quando ela cai com toda a força, como, por exemplo, ontem ocorreu (inclusive com avisos de inundações), aumenta o perigo da formação de lençóis de água na estrada. Esta situação deriva da falta de capacidade para escoar a quantidade de chuva que cai, e tem origem em três situações: demasiada precipitação; má qualidade dos pisos; falta de manutenção das canalizações e escoamento. O resultado quando um carro encontra estas grandes poças é, habitualmente, o aquaplaning (ou aquaplanagem, em português), uma situação potencialmente perigosa e com a qual os condutores devem saber lidar. Veja agora na galeria de imagens seguinte, o que deve fazer quando o carro entra em aquaplaning.

Prevenir: Antes de tudo, tendo em conta a chuva forte, deve aumentar a distância de segurança para os carros na sua frente
A falta de visibilidade é uma inimiga dos condutores. Além da diminuição causada pela chuva forte, se conduzir muito perto do carro na sua frente poderá nem sequer deslindar a presença de um lençol de água na sua frente.
Manter a calma: se por acaso começar por sentir a direção extremamente solta e um som mais “oco” e grave é provável que tenha começado a atravessar um lençol de água. A primeira coisa a fazer é não entrar em pânico.
Reagir: Antes de tudo deve evitar rodar bruscamente o volante, pois é provável que isso o faça entrar em derrapagem e termine num despiste. Agarre o volante com força e evite mover a direção.
O passo seguinte é desacelerar com o motor, aliviando o acelerador. Além de não virar a direção também não deve carregar no travão, pois é também uma situação que pode fazer com que entre em derrapagem e se despiste.
Mas, se estiver na eminência de sofrer uma colisão, deve pressionar o travão. No entanto, com suavidade.
Prevenir: Como único ponto de contacto do carro com a estrada, os pneus são essenciais para garantir a máxima aderência. Por isso em qualquer momento, e ainda mais com chuva, ter pneumáticos em bom estado é essencial.
Os sulcos dos pneus têm a função, precisamente, de escoar água que esteja na estrada. Mesmo que não consiga fazer esta função na totalidade com grandes lençóis de água, ter pneus com pelo menos 3mm é essencial para uma boa capacidade de escoamento.
Quais os motivos para esta medida? Porque estudos indicam que abaixo deste valor a capacidade de extrair a água é reduzida em 50%.
Se tiver a possibilidade, pode sempre optar por montar pneus de Inverno. Como a foto demonstra, as diferenças na capacidade de travagem com piso molhado são óbvias.