AMG GT de seis cilindros é hipótese

Texto: Nuno Fatela
Data: 7 Novembro, 2018

Uma nova versão de acesso, menos potente, pode surgir para o desportivo de topo da Mercedes

A Mercedes poderá avançar a curto prazo para a expansão da gama do AMG GT, surgindo uma versão com motores de seis cilindros. Dado que a oferta atual consiste em motores V8 4.0L biturbo, com potências entre 476cv e 585cv, esta nova opção ficaria colocada como o novo patamar de acesso ao poderoso desportivo da marca germânica. Caso se confirme esta aposta, até já existe propulsor, que seria o bloco de três litros com turbo e compressor elétrico, apoiado por sistema de 48 volts, que equipa os modelos E53 AMG e CLS 53 AMG.

 

Isto significaria um nível de potência já bem interessante, pois estes dois modelos debitam 435cv de potência e 520Nm de binário. Além disso, o recurso ao sistema de 48 volts teria também um impacto positivo, já que uma das funções desta tecnologia nos modelos “AMG 53” é auxiliar nas acelerações, ajudando a eliminar o “lag” do turbo. No CLS 53 AMG o sprint 0-100km/h demora 4,5 segundos, mas, dadas as características particulares dos Mercedes AMG GT, provavelmente neste desportivo os tempos de aceleração poderiam ser até mais reduzidos.

Partilhar