Ações da Peugeot em queda livre após anúncio de fusão com a Fiat

Texto: João Monteiro de Matos
Data: 31 Outubro, 2019

As ações do Grupo PSA desceram abruptamente esta quinta-feira,31 de outubro, na Bolsa de Paris, depois de ter sido confirmado o plano de fusão com o grupo FCA.

No início da manhã desta quinta-feira, as ações da detentora da Peugeot desciam 8,56%, uma queda considerável quando comparada com a desvalorização dos títulos do Grupo Renault que caíam 2,64%.

Entretanto, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e o grupo PSA (Peugeot, Citroën e Opel) confirmaram através de comunicado conjunto enviado às redações de todo o mundo esta quinta-feira que “planeiam unir forças” para se tornarem na quarta maior força automobilística do planeta com sinergias estimadas em 3.700 milhões de euros e sem fechar qualquer tipo de fábricas associadas aos dois grupos económicos.

No mesmo documento, as duas empresas declaram que os respetivos conselhos de administração deram instruções às suas equipas “para alcançarem nas próximas semanas um memorando de entendimento vinculativo”.