Volkswagen leva a Detroit a “Pão de Forma” do séc. XXI

Texto: Nuno Fatela

O ID Buzz é o segundo concept que anuncia as futuras propostas da gama elétrica que a Volkswagen prepara, e o seu design presta homenagem à original VW T1.

A Volkswagen está “em grande” em Detroit, pois além da versão de distância longa entre eixos do Tiguan também levou ao salão automóvel da Motor Town a versão do século XXI da mítica Pão de Forma. Este modelo, denominado ID Buzz, é o segundo protótipo da família ID (após o denominado ID Concept que esteve no Salão de Frankfurt) e tem por base a plataforma específica para veículos elétricos MEB, que assim mostra a sua versatilidade ao ser apresentado neste veículo para oito passageiros com 4,49 metros de comprimento e distância entre os eixos de 3,30m.

 

Esta “Pão de Forma” de emissões 0 é disponibilizada com duas motorizações. A primeira faz uso de um só propulsor elétrico na retaguarda, com 272CV, que utiliza uma bateria de 83 kWh para garantir uma autonomia de 450km, embora seja disponibilizada uma versão de tração integral com recurso a motores nos dois eixos com uma potência combinada de 374CV. As baterias desta versão mais poderosa, com 111kWh, permitem cumprir 600km entre carregamentos, tendo sido ainda anunciado que a aceleração 0-100km/h se efetua em 5,3 segundos e a velocidade máxima está limitada a 160km/h. De referir que as duas variantes do ID Buzz permitem tanto a recarga por cabo como numa modalidade wireless por indução.

Tal como no ID Concept que esteve em Frankfurt, também o ID Buzz oferece a opção pela condução autónoma, na qual o volante recua para o tablier e passa a ser possível rodar o banco em 180º para contato mais direto com os restantes ocupantes. Estes fazem o acesso ao habitáculo pelas portas traseiras deslizantes com acionamento elétrico, e vão poder surpreender-se com a quase total ausência de botões. Praticamente todas as funções estão acessíveis através de touch screens, com destaque para o ecrã ao estilo tablet junto ao volante que agrupa diversos comandos. Junta-se ainda na evolução tecnológica um head-up display com realidade aumentada e apresentação dos dados em três níveis. No primeiro são apenas projetadas informações relacionadas com o automóvel, incluindo navegação e autonomia, enquanto o patamar seguinte já inclui informações transplantadas do smartphone e dados sobre as localidades por onde se vai passando, para tornar mais enriquecedoras as viagens. No Nível 3 deste infotainment com head-up display, exclusivo para condução autónoma, está ainda contemplada a partilha através das redes sociais.

 

Com o ID Buzz a assumir-se como uma reinterpretação elétrica e futurista da original T1 (a Transporter original, conhecida também como Pão de Forma), um modelo que ficou associado ao anseio de explorar o mundo, destaque ainda para a grande capacidade de carga do modelo. Para tal a Volkswagen inclui um compartimento de bagagem na dianteira com 200L, a que se junta um segundo espaço sobre o banco traseiro com 660L de capacidade.

Partilhar