Superdesportivo Mercedes é o “Project One”

Texto: Nuno Fatela

A apresentação deste potente desportivo com tecnologia oriunda da F1 pode ocorrer ainda este ano, no Salão de Frankfurt.

 

Após uma primeira foto que surgiu durante a CES e apresentava a traseira do modelo, foram difundidas no Salão de Detroit novas informações sobre o superdesportivo híbrido que a Mercedes prepara. Desenvolvido pela AMG e contando com a incorporação de tecnologias oriundas da Fórmula 1, este modelo pretende rivalizar com o AM-RB 001, um poderoso desportivo da Aston Martin e da Red Bull que também faz uso de inovações desenvolvidas na classe rainha do desporto motorizado. Entre as informações que foram agora conhecidas, como a confirmação que o projeto de desenvolvimento deste superdesportivo tem o nome de “Project One”, foi deixada em aberto a possibilidade de que a apresentação ocorra já na segunda metade do ano. Tendo em conta a data, o Salão de Frankfurt, em outubro, é a principal possibilidade, onde o modelo serviria para dar mais brilho às comemorações dos 50 anos da AMG, que tiveram início com a “Edition 50” do Mercedes AMG GT C Coupé que foi revelado em Detroit.

 

Mas as informações mais interessantes sobre este exclusivo desportivo com produção limitada a 300 unidades estão relacionadas com a sua motorização. Foi novamente confirmado que o “coração” será uma versão adaptada e com mais de 1000CV do propulsor híbrido V6 1,6L que está incorporado no monolugar campeão mundial da F1, o que irá permitir acelerar até aos 100km/h em menos de 2,5 segundos e atingir velocidades acima dos 350 km/h. O “Project One” também será capaz de surpreender silenciosamente num modo furtivo, já que terá uma autonomia elétrica de 25km. Com estas capacidades, não admira que o responsável máximo da AMG, Tobias Moers, já tenha deixado a promessa que este superdesportivo será “o carro de dois lugares mais fascinante que já circulou pelas estradas”.

Partilhar