PSA comprova eficácia das chamadas de emergência

Texto: Nuno Fatela

Esta tecnologia, que será obrigatória em todos os automóveis comercializados na Europa a partir de abril de 2018, ajudou 1863 automobilistas nacionais nos últimos três anos.

 

Circulam em Portugal mais de 25000 automóveis (e 2 milhões em toda a Europa) do Grupo PSA com o sistema de chamadas de emergência e-call, um apoio aos condutores que pode assumir importância extrema em casos de acidentes rodoviários, como o fabricante gaulês acaba de comprovar. Esta tecnologia, disponível nos modelos da Peugeot, Citröen e DS, recebeu entre 2014 e 2016 um total de 1867 pedidos de auxílio dos condutores nacionais, dos quais 6% (111 ocorrências) foram diretamente reenviados para os serviços de emergência nacionais. Para garantir o socorro com máxima eficácia, o consórcio gaulês conta com o apoio dos call centers do Grupo IMA, especialista em atendimento e gestão de chamadas de emergência e que receciona as comunicações. Implementado em veículos da PSA desde 2003, e galardoado pelo EuroNcap em 2010, este é um sistema cuja eficácia está já comprovada, motivo pelo qual o e-call será obrigatório para todos os novos automóveis comercializados na Europa a partir de abril do próximo ano.

 

Na base do sistema estão as capacidades de efetuar chamadas de emergência e a assistência geolocalizada, o que facilita a chegada das equipas de socorro ao local onde se registou o sinistro. O apoio às vítimas é acelerado em duas formas, primeiro na receção da chamada pelos serviços de emergência, e depois pela garantia de que estes são enviados diretamente para a área onde a sua presença é necessária. Além deste papel importante no socorro a pessoas acidentadas, os e-call complementam estas valências com o auxílio em situações de problemas mecânicos, servindo também para garantir que as pessoas ficam retidas o mínimo de tempo possível nestes casos.

Partilhar