Portões da Inferno vão abrir-se novamente

Texto: Nuno Fatela
Data: 17 Dezembro, 2017

Após o Exotic de 1400 cv que surge nas fotos, a empresa mexicana já prepara um novo superdesportivo com a sua inovadora tecnologia de espuma de metal.

Ainda não está escolhido o nome do novo bólide, mas o CEO da marca de superdesportivos ‘Inferno’, Álvaro Gutierrez, já confirmou que está em desenvolvimento um novo maquinão recheado com as mesmas tecnologias de ponta do primeiro modelo de produção da empresa, o Exotic. Isto significa que a companhia mexicana quer deixar novamente o mundo boquiaberto, após já o ter feito com o modelo que surge nas fotos, alvo de uma série limitada a 11 unidades e com o exclusivo preço de 1,9 milhões de euros. Ou não falássemos de um poderoso carro com motor V12 (opcionalmente um mais frugal V10) que debita 1400CV e demora apenas 2,2 segundos a atingir os 100km/h. Isto enquanto acelera até aos 400km/h, algo que o Inferno Exotic alcança pois foi desenvolvido em conjunto com firmas italianas, americanas e alemãs (só falta mesmo o Japão e Reino Unido para juntar toda a “nata” dos superdesportivos).

Como no caso do primeiro modelo, também o novo superdesportivo da Inferno poderá recorrer a uma caixa de sete velocidades para enviar os seus furiosos 1400 cv para as quatro rodas. E um design capaz de tirar o sono a qualquer fã deste maravilhosos mundo dos modelos com as mais altas performances, pois ele deverá ser assinado por Antonio Ferraioli. Ou seja, espera-se algo de estupendo, ou não tivesse este designer já oferecido o seu talento a criações inesquecíveis como os Lamborghini Veneno, Reventon Roadster e Asterion.

A utilização das tecnologias mais avançadas também deve ser elemento-chave, com o exemplo máximo a residir na tecnologia de espuma de metal que foi desenvolvida “dentro de portas” pela companhia mexicana. E, já que falamos de materiais exóticos, que tal a repetição das jantes numa liga que combina o zinco, alumínio e prata e que tem a capacidade de expandir o tamanho até 100 vezes sem perder as suas propriedades. Um patamar de exclusividade que o Inferno Exotic também nos mostra no seu espcape, proveniente de uma grande companhia nesta área (não revelado o nome, mas os rumores apontam para a Akrapovich) e cujos acabamentos podem surgir em ouro, titânio ou fibra de carbono. A completar este lote de produtos apenas ao alcance de poucos bólides temos os travões carbocerâmicos e as decorações, para o interior, em folha de ouro ou prata texturada.


Após a descoberta destes planos da Inferno, que tal uma visita ao artigo do Exorcist da Hennesey?


Nas tecnologias do novo superdesportivo da Inferno devemos encontrar o mesmo patamar de exclusividade, com iluminação laser, audio tridimensional e também gráficos 3D para os ecrãs de infotainment. Portanto, falta apenas saber o momento de revelação e posterior entrada em produção deste modelo.

Partilhar