Mobieco

Paris quer banir motores de combustão em 2030

Texto: Nuno Fatela

A capital gaulesa procura acelerar a transição para motorizações sem impacto ambiental, de forma a lidar com os problemas de poluição atmosférica que têm obrigado a cidade a impor restrições à circulação de automóveis.

A Presidente da Câmara Municipal de Paris, Anne Hidalgo, pretende antecipar-se em uma década ao plano estabelecido a nível nacional pelo executivo liderado por Emmanuel Macron, e abolir da capital francesa os automóveis com motores de combustão interna já em 2030. Era já do conhecimento público que a metrópole tinha sob mira os carros a diesel, mas agora fica confirmado que esta estratégia é ainda mais ambiciosa e também visa eliminar do tráfego urbano as viaturas a gasolina. A informação foi confirmada por um dos responsáveis pela área dos transportes da municipalidade parisiense, Christophe Nadjovsky, que em entrevista a uma rádio disse que “isto tem a ver com uma estratégia a longo prazo para eliminar os gases causadores do efeito de estufa. Os transportes são um dos principais causadores desses gases, por isso estamos a planear uma saída/eliminação dos carros com motores de combustão, os movidos a combustíveis fósseis, em 2030”. Desta forma a cidade de Paris junta-se ao grupo de países e de grandes cidades que está a implementar projetos para permitir apenas a circulação de automóveis sem emissões poluentes, movidos a eletricidade ou hidrogénio.

 

Partilhar